Conecte-se

Bastidores

Santos enfrenta processo por falta de repasse nas vendas de Vanderlei, Sasha e Vladimir Hernández

Foto: Marcello Zambrana / AGIF

O Santos enfrenta mais um processo, desta vez, por falta de repasse nas vendas de Vanderlei, Eduardo Sasha e Vladimir Hernández para Grêmio, Atlético-MG e Atlético Nacional-COL, respectivamente.

A cobrança vem por parte da Federação das Associações de Atletas Profissionais (FAAP) a respeito de 0,8% dos valores de transferência, determinado pelo artigo 57 da Lei n.º 12.395/2011.

No processo, ao qual o Meu Peixão teve acesso com exclusividade, a FAAP requer que o Santos pague o valor de R$ 140.775,60.

Ainda, a FAAP afirma que o próprio Grêmio é citado como exemplo de clube que teve de pagar por intermédio de decisão judicial semelhante. O clube gaúcho teve que desembolsar R$ 418.880,00 por 0,8% das transferências de Jael, Marinho, Tetê e Léo Jardim.

Confira abaixo os valores envolvendo cada uma das transferências do Santos no processo:

Vanderlei – vendido para o Grêmio em 17 de janeiro de 2020
Valor da venda: R$ 3.000.000,00
Valor devido: R$ 24.000,00

Eduardo Sasha – vendido para o Atlético-MG em 18 de agosto de 2020
Valor da venda: EUR 1.500.000,00, equivalente a R$ 9.778.500,00 (euro cotado a R$ 6,519 à época)
Valor devido: R$ 78.228,00

Vladimir Hernández – vendido para o Atlético Nacional-COL em 18 de janeiro de 2018
Valor da venda: USD 1.500.000,00, equivalente a R$ 4.818.450,00 (dólar cotado a R$ 3,2123 à época)
Valor devido: R$ 38.547,60

Procurado, o clube informou que não comenta processos em curso.

 

21 anos, estudante de Jornalismo na UNISANTA. Apaixonado pelo jornalismo, fanático por futebol.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Veja Também

Mais em Bastidores