Conecte-se

Bastidores

Juary é demitido do comando técnico do sub-13 do Santos

O ex-jogador e atualmente técnico da base, Juary, foi desligado das categorias de base do Santos, na tarde dessa terça-feira (20).

Juary chegou ao Peixe no ano passado, na gestão de transição de Orlando Rollo, e seria o treinador do sub-13.

Em entrevista exclusiva ao Meu Peixão, o ex-Menino da Vila, disse estar triste, mas saindo com a cabeça erguida.

“Eu estou muito triste pela situação porque eu não esperava que isso realmente fosse acontecer. Meus planos, minha programação era outra, era ficar o maior tempo possível no clube e ajudar a formar esses meninos, ajudar a crescer esses meninos, mas esse não era o pensamento da nova diretoria da base, dos diretores da base. Então, a gente sai triste, mas tranquilo, com a consciência tranquila, dentro do tempo que tivemos dentro do clube, procuramos sempre ser correto, ser honesto com todo mundo, se fizermos alguma coisa de errado eu não sei, realmente não sei. O que me alegaram foi que pela reformulação que eles estão fazendo na base, não contavam comigo, então paciência. Não tem alegria, não tem raiva, não tem nada, tem um pouco de tristeza, mas uma certeza viva que está tudo entregue na mão de Deus e que o Santos Futebol Clube é maior que todos nós, é maior do que eu, maior do que esse pessoal que tá aí agora. É maior que todos, acho que como passamos tantos eles também irão passar e o Santos vai continuar”, disse.

Juary também comentou um pouco sobre a gestão do atual presidente, Andres Rueda:

“Quero deixar bem claro aqui uma coisa, parabenizo o presidente Rueda pelo trabalho que ele está fazendo no clube, é um trabalho extraordinário. Está tentando colocar o clube da melhor maneira possível. Peça a Deus lhe abençoe, que ele consiga fazer, que ele coloque o clube nos trilhos certo, coloque o Santos onde ele merece, porque o resto a gente toca”, exaltou.

O ex-jogador também agradeceu a todos que estiveram com ele nesse tempo em que permaneceu no clube e mandou um recado para a torcida santista.

“Nesse momento aqui, eu só quero é agradecer mesmo os ex-companheiros de trabalho, os caras sensacionais que eu tive prazer de conviver nesse período com eles. Agradecer o carinho que eu recebi de todos os funcionário do clube desde o pessoal da limpeza até a secretária do presidente, então não tenho o que reclamar não, só tem que sentir alegre, feliz por ter deixado um bom rastro, um bom cheiro. Então creio que deixei muitos amigos do clube, acho que isso é muito importante. Tive o prazer também de trabalhar com gente maravilhosa, aprendi muita coisa nesse período aí. Então só desejar mesmo a todos que sejam felizes, que Deus abençoe eles, que eles consigam almejar os sonhos deles e que eles façam mais estradas e que tenham mais tempo de casa do que eu. E eu vou seguir meu caminho. Agradeço ao torcedor do Santos pela confiança. Agradeço ao torcedor do Santos pelo carinho. E uma coisa eles podem ter certeza somos torcedores do mesmo clube e temos o amor pelo mesmo clube. Sofremos as dores deste clube. Então quem nasce santista é um prazer que poucos pode ter. Então eu tenho esse prazer, esse privilégio. Pra frente, pra frente que a vida continua”, finalizou.

Quando jogou pelo clube, Juary atuou em atuou em 229 jogos pelo Peixe, marcou 101 gols e conquistou o Paulistão de 1978.

Estagiário no Meu Peixão e futuro Jornalista.

2 Comentários

2 Comentários

  1. Gilberto

    21 de julho de 2021 às 13:24

    Podia trazer o prates e o dede ne

  2. Antônio Carlos de Assis

    21 de julho de 2021 às 06:01

    Sensacional o texto do Juary! Me lembro muito bem de sua áurea fase pelo Santos Futebol clube! Deus o abençoe na nova caminhada!!!

Deixe uma resposta

Anúncio

Veja Também

Mais em Bastidores

%d blogueiros gostam disto: