Conecte-se

Futebol

As cabeçadas estão em dia. Metades dos gols do Santos com Bustos foram de cabeça

Foto: Ivan Storti / Santos FC

Se havia um fundamento ofensivo que o Santos pouco dominava nos últimos anos era a cabeçada. O Peixe não só sofria muitos gols nesse quesito como também não conseguia marcar fazendo a mesma coisa. Desde que Fábian Bustos chegou, essa máxima está mudando pouco a pouco.

Foram sete partidas disputadas desde que Bustos chegou ao Santos e 10 gols marcados. Entre esses gols, metade, ou seja, cinco foram de cabeça. Uma arma que começa a ser bem utilizada pelo Alivegro. Só na vitória contra a Universidad Católica do Equador foram dois tentos marcados em cabeçadas.

O fato de que o Santos conta com jogadores que dominam esse fundamento também contribui para o número. Ricardo Goulart, Bryan Angulo, Eduardo Bauermann e Maicon são jogadores que possuem bons resultados na bola aerea. Inclusive, com exceção de Maicon que acabou de chegar, todos os outros nomes citados já marcaram nessa temporada em cabeçadas.

É com esse repertório e muito mais que o Peixe vai em busca da primeira vitória no Campeonato Brasileiro no próxiimo domingo (17), ás 11 horas, na Vila Belmiro, em partida disputada contra o Coritiba.

Jornalista graduado pela Universidade FiamFaam. Santista, romântico da bola e amante do futebol varzeano. Colaborador no Cancha Santista e colecionador em transmissões na Equipe Líder, Rede Continua e Rádio Prorrogação

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Veja Também

Mais em Futebol