Aguirre afirma que não conta com Deivid Washington, mas quer permacência de Marcos Leonardo ” Eu preciso muito dele”

O técnico Diego Aguirre foi apresentado como treinador do Santos de forma oficial na tarde desta quarta-feira (9). O uruguaio concedeu uma entrevista coletiva e se mostrou muito seguro e pronto para encarar um grande desafio que é livrar o Peixe do seu primeiro rebaixamento da história.

O treinador foi muito questionado sobre os Meninos Deivid Washington e Marcos Leonardo que estão com suas situações de permanência no clube indefinidas. Sobre Deivid, Aguirre praticamente já mostrou que o garoto será mesmo vendido e afirmou que não cont mais com ele para trabalhar em seu plantel.

“Não! (Sobre contar com Deivid Washington) a situação dele já havia sido resolvido antes da minha chegada. São situações que acontecessem no futebol. Jogador viu uma oportunidade boa para ele jogar na Europa, o clube também precisa de dinheiro. Situações que acontecem”, disse

Já sobre Marcos Leonardo Aguirre falou muito na coletiva. O jogador não vem participando dos treinos no CT Rei Pelé até que a situação seja resolvida. O comandante disse que entende o lado do atleta, mas também falou que está contando com o camisa 9 e elogiou muito o futebol de Marcos Leonardo.

“Eu preciso muito dele. Ninguém tem dúvida que é um craque. Gostaria muito que fique comigo. Compreendo e vou tentar ajudar para fazer muitos gols e ser vendido por 30 milhões”, disse.

“Não considero possível a saída do Marcos Leonardo neste momento. E não tem substituto para ele. É o melhor ou um dos melhores do time. Não penso nisso. Compreendo a situação, eu também fui jogador e sei das possibilidades. Mas o momento é difícil”, completou.

Por fim, o comandante disse que ainda não chegou a conversar com Marcos Leonardo, mas afirmou que vai ter a oportunidade de falar com ele.

“Não, ainda não. Mas vou falar com ele, com certeza terei contato. Compreendo o jogador e temos que ajudar. Vou fazer tudo para que ele se sinta bem. Mas se ele ficar pode conseguir algo muito melhor. Eu penso assim”, disse Aguirre.

Deixe uma resposta