Conecte-se

Colunas

A arte da boa governança corporativa no mundo do futebol

Tenho a oportunidade de acompanhar alguns grupos nas redes sociais e percebo o quanto somos passionais nas discussões por busca de título sem ter uma base sustentável financeira por trás.

Sem entrar no mérito político, temos nas últimas décadas, ações financeiras inconsequentes, gestão corporativa sem transparência alguma, com contratações sem basefinanceira e técnica para tal. Tudo isto leva qualquer organização corporativa a falência, e não será diferente no Peixe, se não procurarmos soluções onde nossa gestão seja profissional e todas as ações transparentes.

Podemos fazer muito para o clube, com pouco, por incrível que pareça nem tudo custará milhões aos cofres do clube e seu retorno pode ser milionário. No mundo corporativo atual, muito se fala de normas de gestão (ISO 19600 – Diretrizes de Compliance, ISO 37001 – Antissuborno, ISO 9001 – Gestão da Qualidade), normas que buscam auxiliar e criar alicerce para um futuro sustentável. No mundo do futebol não existe clube brasileiro trabalhando a implantação de processos que compreendam a segurança da gestão corporativa transparente… Adotar um sistema de gestão com base nas políticas de compliance, antissuborno com uma boa gestão de processos, garantirá ao Santos Futebol Clube um futuro sustentável com planejamento estratégico estável e seus processos internos controlados e parametrizados.

Estarei usando este importante espaço para falar dos benefícios destas certificações para o Santos. Acompanhe nossa coluna e sinta-se convidado em fazer suas perguntas voltado para o mundo da gestão e liderança no mundo esportivo.

Sou Iliucha Valle, fundador da DSGQ Thinking Business e Union Cutelaria Premium, com 21 anos no mercado corporativo de Certificação, Consultoria e Treinamento em gestão de negócios, administrador e com especialização realizada em Portugal de Gestão de Risco, Compliance e política Antissuborno, especialista em certificações sustentáveis como FSC e CERFLOR, Auditor líder em ISO 9001, ISO 14001, ISO 45001, SA8000.

CEO na DSGQ Thinking Business, já fui Ouvidor e Conselheiro do Santos e atualmente colaborando com o Portal Meu Peixão.

1 Comentário

1 Comentário

  1. Leonardo

    19 de fevereiro de 2021 às 09:32

    Sem dúvida alguma olhando para o clube e seu futuro sólido essa visão de sustentabilidade é deveras importante .
    A força e estabilidade financeira do Santos FC só será alcançada com essa e outras atitudes profissionais que nos dão força para alavancar as várias áreas adormecidas do clube . Investimento pesado de dentro ou fora do País só chegará com a profissionalização da marca , transparência e boa governança. Fora isso ganharemos ao acaso ou como os mais religiosos dizem : com ajuda dos Deusas do futebol !!!

Deixe uma resposta

Anúncio

Veja Também

Mais em Colunas

%d blogueiros gostam disto: