Conecte-se

Colunas

11 anos da maior goleada do século

Foto: Ricardo Nogueira/Folha Imagem

Felipe; Pará, Durval, Edu Dracena e Maranhão; Arouca, Marquinhos e Ganso; Neymar, André e Robinho. Essa era a escalação titular do time que goleou o Naviraiense-MS, há 11 anos (10/03/10), na Vila Belmiro, pela primeira fase da Copa do Brasil.

Um time mágico, repleto de Meninos da Vila, que encantou o Brasil e nesse jogo mostrou o porquê de ser considerado um dos melhores times brasileiros do Século XXI. No jogo de ida, em Campo Grande, o Peixe venceu por placar magro (1×0). Mas no jogo da volta, mostrou todo seu poderio ofensivo e fez uma das maiores goleadas da história da Copa do Brasil, e que até hoje é lembrada por muitos torcedores.

Neymar, André e Robinho comemorando após gol do camisa 9. (Fonte: torcedores.com)

Com uma atuação de gala de Neymar e Robinho, o Santos fez 6 a 0 no primeiro tempo. A festa começou logo aos 10 minutos quando o Santos fez 1 a 0, com linda jogada de Robinho, que pedalou para cima da marcação adversária e cruzou para Paulo Henrique Ganso abrir o placar. Os outros gols foram marcados por André (duas vezes), Neymar, Robinho e Marquinhos. O destaque ficou por conta do gol de Robinho, que após bom passe de Neymar, só deu um toque por cima do goleiro Aldo – que nada pode fazer. Ainda no 1º tempo, o volante do Naviraiense, Jacó, foi expulso aos 35 minutos.

Robinho “engraxando” a chuteira de Neymar após assistência para o golaço do camisa 7(Fonte: Gazeta do Povo)

No 2º tempo o passeio continuou, agora com a entrada do meia Giovanni no lugar do zagueiro Edu Dracena. Aos 9 minutos, Neymar fez uma verdadeira pintura em seu segundo gol. Após driblar três zagueiros dentro da área, ele ainda teve a calma de tirar o goleiro da jogada e só empurrar para a rede, com o gol totalmente aberto. Depois, aos 14 minutos, o atacante André “Balada” fez seu terceiro gol e deu espaço para Zé Love entrar na partida. Madson (o baixinho) entrou logo após a saída de Robinho e completou a goleada fazendo o 9º e 10º gol. Ainda, próximo ao final do jogo, o meia Jean Batatais foi expulso.

Vale lembrar que aquele time de 2010 (campeão da Copa do Brasil e Paulista) contava com o técnico Dorival Júnior no comando da equipe.

Estagiário no Meu Peixão e futuro Jornalista.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Veja Também

Mais em Colunas