Conecte-se

Futebol

Em “noite negra”, Santos sofre com falta de intensidade, repertório e profundidade

O Santos perdeu pela primeira vez na Copa Libertadores 2021. Após passar por duas fases invicto, o Santos foi derrotado pelo Barcelona de Guayaquil, por 2 a 0, na terça-feira, na Vila Belmiro, pela primeira rodada da fase de grupos do torneio continental. E o revés apontou algumas falhas do esquema tático do treinador Ariel Holan.

A improvisação do lateral-direito Pará no meio-campo não deu certo. O atleta, inclusive, falhou nos dois gols do time equatoriano – o segundo contou com o seu desvio para o fundo das redes. Além disso, a falta de profundidade e de impor um ritmo de jogo foram cruciais para o tropeço em casa.

O Santos ficou preso nas linhas de marcações do Barcelona e não existiu criatividade. O Peixe sequer se movimentou de forma rápida para superar o adversário. Os comandados de Ariel Holan ainda contaram com a chuva torrencial que caiu no estádio. Com uma equipe que roda mais a bola, o Alvinegro não conseguiu ter repertório para mudar a partida.

>Veja mais notícias do Santos clicando aqui

Marinho e Soteldo, destaques do time no ataque, não tiveram uma noite iluminada. O lateral-direito Madson pouco atacou e se recompôs de maneira lenta, deixando espaços. Pirani também não conseguiu dar opções de passes e foi pouco criativo no meio-campo.

“Na fase anterior a essa de grupos fizemos cinco gols em dois jogos, com os mesmos jogadores, mas hoje foi uma noite negra”, falou Holan, em entrevista coletiva virtual, após a derrota.

“Acredito que na maioria das jogadas de saída conseguimos entrar no campo rival, mas quando entramos, não tivemos profundidade. Algumas saídas no tiro de meta pode ser que o Barcelona aproveitou, mas o problema maior foi a quantidade de vezes que entramos no campo adversário e não conseguimos dar profundidade”, emendou.

O Santos muda a chave e enfrenta o Novorizontino, nesta sexta-feira, às 22h15, no Jorge Ismael Biasi, pela sétima rodada do Campeonato Paulista. Na Libertadores, o Santos volta a campo na próxima terça-feira contra o Boca Juniors, da Argentina, em La Bombonera, às 21h30 (de Brasília), pela segunda rodada da fase de grupos.

Formado em jornalismo pela Universidade Católica de Santos. Colaborou para o GloboEsporte.com, LANCE! e Esporte News Mundo.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Veja Também

Mais em Futebol