Conecte-se

Futebol

Pará brinca com gol “à lá Bebeto” e não vê problema em maratona do Santos: “Chance de mostrar nossa força”

Pará viveu uma noite especial nesta terça-feira. Afinal, o lateral-direito anotou seu terceiro gol com a camisa do Peixe no empate em 2 a 2 com o San Lorenzo, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, garantindo a vaga na fase de grupos da Libertadores.

Aos 11 minutos do segundo tempo, Soteldo rolou para Pará chegar por trás, pelo lado esquerdo, batendo no cantinho e anotando o segundo gol do Peixe no confronto. O camisa 4 comemorou relembrando o gol de Bebeto pela Seleção Brasileira contra os Estados Unidos, em 1994, nas oitavas de final da Copa do Mundo.

“Eu sou um atleta que não tenho costume de fazer tantos gols na minha carreira. E hoje acabou saindo um maravilhoso com a chapada ‘à la Bebeto’, devagar e no cantinho. Mas brincadeiras à parte, fico mais feliz ainda pela nossa classificação, pois a gente precisava muito passar para essa fase de grupos e o gol acabou ajudando”, afirmou ao site oficial do Santos.

>Veja mais notícias do Santos clicando aqui

O gol também foi dedicado ao Santos, que completa 109 anos, nesta quarta-feira. Foi o primeiro pensamento do lateral-direito após marcar em Brasília.

“Quando eu fiz o gol já veio na memória o Peixe completando esses 109 anos de muita glória e muita tradição. Um clube gigante e que já revelou vários craques para o futebol, sendo que eu tive o privilégio de jogar com alguns deles. Tenho a honra de fazer parte dessa história e espero permanecer aqui por muito tempo para seguir brigando sempre por essa camisa”, contou Pará.

O Santos terá três jogos em seis dias pelo Paulistão e Libertadores. A diretoria e comissão técnica do Peixe estão preocupadas e avaliam que o elenco não reúne as melhores condições para encarar a maratona. Porém, de acordo com Pará, é a chance de mostrar a força da equipe.

“Acredito que é sim a chance de mostrarmos a força do nosso elenco. Fizemos duas semanas muito boas de treinos lá em Atibaia. O professor Ariel é um treinador muito estrategista e bem capacitado para colocar em campo aqueles que estiverem em melhores condições. Estamos preparados para essa maratona e se tiver que jogar de dois em dois dias não terá problema para nós”, concluiu o camisa 4.

O primeiro compromisso da maratona do Santos será contra a Ponte Preta, nesta sexta-feira, às 20h, no Moisés Lucarelli. Dois dias depois, recebe a Inter de Limeira, na Vila, e encerra com o Barcelona, do Equador, pela Libertadores, no mesmo local.

Formado em jornalismo pela Universidade Católica de Santos. Colaborou para o GloboEsporte.com, LANCE! e Esporte News Mundo.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Veja Também

Mais em Futebol