Conecte-se

Futebol

“Desumano” e “até o Barcelona ia sentir”, Diniz critica jogos na altitude

O técnico Fernando Diniz concedeu entrevista coletiva nesta quinta-feira (13) após o treinamento da equipe no CT Rei Pelé.

O comandante alvinegro classificou como “desumano” o desgaste causado por jogos na altitude, ressaltando que não existe preparação adequada para tal e classificando como uma vantagem competitiva à equipe boliviana.

É algo meio desumano e vou aproveitar a oportunidade para fazer uma crítica severa a isso. É uma vantagem competitiva que não deveria ter. O jogo muda completamente e seu maior adversário passa a ser a altitude e você não tem como se preparar adequadamente. A gente vem tentado diminuir os efeitos nocivos e muito agressivos que a altitude tem. Então, o Santos já está se planejando há um tempo para isso. Departamento Médico, de Fisiologia, mas mesmo assim sabemos que teremos um desgaste muito grande e exagerado“, pontuou.

O treinador explicou que o Santos irá para Santa Cruz de La Sierra, que tem altitude de 416m, menor que os 760m da cidade de São Paulo, por exemplo, antes de ir para La Paz e seus 3700m de altitude.

A ideia é ir para lá o quanto antes para não ficar muito tempo na cidade. Vamos ficar o mínimo de tempo possível na altitude. É algo que, por mais que você tente fazer o melhor, jamais poderíamos jogar nesse tipo de altitude, não tem sentido. Caberia às autoridades do futebol rever. E, é uma coisa antiga, mas quanto mais gente falar e indignar, existe a chance de mudar“, explicou.

Fernando Diniz ainda ressaltou que qualquer equipe sentiria os efeitos da altitude, voltando à dizer que acredita ser desumano.

Como eu disse, é desumano jogar na altitude. Não é só porque o Santos usa esse artifício de sprintar e jogar em transição rápida que vai sofrer, vamos sofrer de qualquer jeito, como todo time que vai lá sofre. A gente vai fazer de tudo para sentir menos os efeitos da altitude. Não tem como ir lá e não sofrer. Não é só se fosse jogar com muita posse de bola, se o Barcelona fosse jogar lá ia sentir, porque precisa de movimentação constante o tempo todo, não tem muito remédio. A gente faz o máximo possível para diminuir os efeitos“, disparou.

Na altitude de La Paz, o Santos entra em campo na próxima terça-feira (18), às 19h15, contra o The Strongest, e deverá ter Marcelo Fernandes na beira do gramado, já que Diniz foi expulso em sua estreia e deverá cumprir suspensão.

21 anos, estudante de Jornalismo na UNISANTA. Apaixonado pelo jornalismo, fanático por futebol.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Veja Também

Mais em Futebol