Conecte-se

Futebol

Foco no Brasileirão; relembre as últimas quatro campanhas do Santos na competição

O Santos foi eliminado da Libertadores na última quarta-feira (26) e agora terá pela frente o Campeonato Brasileiro, que já se inicia no próximo sábado (29), quando o Peixe vai até o estádio do Pituaçu enfrentar os Bahia. Nós do Portal Meu Peixão separamos aqui as últimas 4 campanhas do Santos na competição:

2017– Com um começo de ano abaixo das expectativas, já que no ano anterior o Peixe havia ficado em segundo lugar, Dorival Júnior foi demitido logo nas primeiras rodadas, e Levir Culpi foi quem assumiu o comando do time. Sempre alternando entre altos e baixos, o time sempre parecia que iria engrenar, mas deixava a desejar nos momentos decisivos. Apesar que um período parecia, que iria brigar ponto a ponto o título com o rival Corinthians, o Santos sempre tropeçava em jogos considerados fáceis e no fim, acabou na terceira colocação com 63 pontos e com Elano como técnico interino, após demissão de Levir Culpi.

Time: Vanderlei; Victor Ferraz, Gustavo Henrique, David Braz e Zeca; Alison, Renato e Lucas Lima; Bruno Henrique, Ricardo Oliveira e Copete.

(foto: torcedores.com)

2018– Com grande perda de peças importantes, como as saídas de Lucas Lima e Ricardo Oliveira, mas com a contratação de um técnico badalado naquele momento e de um ex-Menino da Vila, a torcida santista novamente se decepcionou. Com tropeços atrás de tropeços, a equipe comandada por Jair Ventura parecia não engrenar nunca. Até que, com a demissão do comandante e a contratação de grandes reforços, como Carlos Sanchez, Derlis González e Bryan Ruíz, e do técnico Cuca, o time parecia que iria até brigar pelo G6 da Libertadores, mas novamente perdeu forças e terminou na décima colocação com 50 pontos.

Time: Vanderlei, Victor Ferraz, Robson Bambu, Gustavo Henrique e Dodô; Alison, Diego Pituca e Carlos Sanchez; Rodrygo, Gabriel e Bruno Henrique.

(foto: terra.com.br)

2019– Para o torcedor santista, parecia que esse seria mais um ano brigando pelo meio da tabela. Para aquele ano, a diretoria apostou no até então, contestado pelo mal desempenho com a seleção argentina na Copa do Mundo de 2018, o técnico Jorge Sampaoli. Com a vinda de muitos reforços, um futebol ofensivo e jogo de intensidade, o time do Peixe empilhou bons jogos e bons resultados e alcançou o topo da tabela, mas novamente com tropeços em momentos decisivos, não foi capaz de parar o embalado Flamengo de Jorge Jesus, e ficou na segunda colocação com 74 pontos.

Time: Everson; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Jorge; Pituca, Sanchez e Evandro; Marinho, Sasha e Soteldo.

*O time daquela temporada sempre variava conforme os jogos, então selecionamos os que jogavam frequentemente.

(foto:sportbuzz.uol.com.br)

2020– Novamente com uma grande debandada de jogadores, como a saída de Everson, Victor Ferraz, Gustavo Henrique, Jorge (fim do empréstimo), Evandro e Sasha, o Santos parecia perder suas forças, já que perdeu uma boa parte do time vice-campeão da temporada passada e impedido pela FIFA de trazer reforços, o Peixe, do técnico Cuca, passou a olhar mais para seus jogadores da base e apostou na lapidação de jovens, como o atacante Kaio Jorge e do meia Sandry. Apesar que no começo da competição demonstrar  que iria brigar pelo menos pelo G4, o Santos acabou deixando o Brasileirão de lado e decidiu focar na Libertadores, onde foi vice-campeão. No fim, o time Alvinegro foi perdendo posições, mas ao final, conseguiu se garantir na oitava colocação, com 54 pontos, e conseguiu uma vaga na pré-Libertadores, graças a uma excelente temporada do atacante Marinho, que foi coroado como “Rei da América”.

Time: João Paulo, Pará, Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Pituca e Soteldo; Marinho, Kaio Jorge e Lucas Braga.

(foto: globoesporte.com.br)

Para essa temporada, como no ano passado, o Santos, de Fernando Diniz, terá que olhar principalmente para sua base, já que não pode fazer grandes investimentos em reforços (até o momento, o Peixe contratou o lateral-esquerdo Moraes e o meia-atacante Marcos Guilherme).

Com um provável elenco para ao longo dessa temporada, atualmente é composto por: João Paulo, Pará, Kaiky, Luan Peres e Felipe Jonatan, Alison, Jean Mota, Gabriel Pirani, Marinho, Kaio Jorge e Lucas Braga.

*OS TIMES FORAM BASEADOS NOS NÚMEROS DE JOGOS DE CADA JOGADOR EM CADA TEMPORADA

Estagiário no Meu Peixão e futuro Jornalista.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Veja Também

Mais em Futebol