Conecte-se

Bastidores

Rueda renegocia valor e Santos quitará dívidas de impostos em até 145 meses

Em março, o presidente do Santos, Andres Rueda, revelou que o clube possuía uma dívida com a União, referente ao não pagamento de impostos, na casa dos R$ 60 milhões. Nesta quinta-feira (10), durante a reunião do Conselho Deliberativo, Rueda anunciou acordo para quitação dos débitos tributários e previdenciários do clube em até 145 meses (12 anos e 1 mês). O valor total da dívida era de R$ 66,5 milhões, sendo R$ 48 milhões de impostos atrasados e R$ 17,5 milhões de multa.

Conforme anunciado pelo próprio presidente Andres Rueda, o Santos conseguiu com sucesso a renegociação do valor com um desconto de R$ 17 milhões, equivalente quase que à totalidade das multas e juros. Portanto, o Santos pagará R$ 48,5 milhões divididos em dois sistemas de pagamento. As dívidas tributárias serão pagas em até 145 meses, enquanto as dívidas previdenciárias serão pagas em até 60 meses, máximo permitido por lei.

À época, o mandatário alvinegro afirmou que o clube não pagava impostos desde 2019.

“Imposto não estava sendo pago desde 2019. Isso é crime. INSS precisa ser recolhido. Entramos na Receita (Federal), estamos sentando para ver se conseguimos uma renegociação. Nessa brincadeira, estamos falando em R$ 60 milhões. Quase vira um Profut 2. É uma situação delicada e que só se resolve com trabalho. Tem solução: arregaçar as mangas e trabalhar”, revelou.

Enquanto o presidente Andres Rueda vem tentando colocar as finanças em dia, o Santos segue a preparação para enfrentar o Juventude neste sábado (12), às 19h, na Vila Belmiro, pela 3ª rodada do Campeonato Brasileiro.

21 anos, estudante de Jornalismo na UNISANTA. Apaixonado pelo jornalismo, fanático por futebol.

1 Comentário

1 Comentário

  1. Leo

    11 de junho de 2021 às 08:42

    Rueda tem se mostrado bastante ativo na administração do clube . Só falta aprender sobre o tema FUTEBOL

Deixe uma resposta

Anúncio

Veja Também

Mais em Bastidores

%d blogueiros gostam disto: