Conecte-se

Futebol

Após derrota para o América-MG, Diniz detona arbitragem: “Sem critério nenhum”

Após a derrota por 2 a 0 para o América-MG, na Arena Independência, pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro, o técnico Fernando Diniz e criticou a arbitragem por um pênalti não marcado em Madson.

Somado a isso, teve um lance que nem foi polêmica. Foi extremamente claro, mas o VAR nem foi chamado. Foi extremamente claro, por qualquer ângulo. Durante o jogo parecia pênalti. E depois passando devagar, vira muito pênalti. Por isso perdemos o jogo. O Santos teria empatado o jogo e a pergunta já não seria a mesma. Time perdeu muito por conta da nossa imprecisão nas finalizações e por causa da arbitragem.“, reclamou.

Por fim, o treinador criticou a falta de critério da arbitragem e a cera da equipe adversária, comandada por Vágner Mancini.

Não teve critério nenhum de arbitragem, de falta. O acréscimo de seis minutos. Os jogadores do América fizeram cera do início ao final do jogo. Foi dar seis minutos, que é conveniente para todo mundo. Fizeram mais cera, se jogaram no chão e fica por isso mesmo. O punido é o clube, o técnico que toma o cartão amarelo. Pra quem quer jogar? Tem punição. Para quem não quer? Fica tudo ok.“, finalizou.

Sem Diniz à beira do gramado, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, o Santos volta a campo na terça-feira (06/07), às 19h30, para enfrentar o Athletico Paranaense, na Vila Belmiro, em confronto válido pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro. Já o América-MG visita o Fortaleza, na quarta-feira (07/07), às 18h, na Arena Castelão.

Desde que chegou ao Santos, o técnico Fernando Diniz – ou o auxiliar Márcio Araújo – esteve à frente da equipe em 14 jogos, com 6 vitórias, 3 empates e 5 derrotas, com aproveitamento de 50%.

21 anos, estudante de Jornalismo na UNISANTA. Apaixonado pelo jornalismo, fanático por futebol.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Veja Também

Mais em Futebol