Conecte-se

Futebol

Com gol contra o Palmeiras, Sánchez se iguala a Copete na disputa pelo maior artilheiro estrangeiro da história do Santos

A derrota do Santos para o rival Palmeiras por 3 a 2 ficou marcada como a quarta do Peixe em cinco jogos como visitante no Brasileirão, a equipe comandada por Fernando Diniz também tem um empate no certame nacional, e por um recorde alcançado pelo meio-campo uruguaio Carlos Sánchez.

Aos 23 minutos do segundo tempo, depois de o próprio Sánchez ter sido derrubado na área e o árbitro marcar pênalti, o uruguaio cobrou forte, deslocou Jaílson e fez o seu gol de número 26 com a camisa do Santos, que o coloca empatado com Copete como maior artilheiro estrangeiro da história do clube.

Na saída do gramado, o uruguaio celebrou o gol, mas lamentou a derrota santista.

Estou feliz por voltar a fazer gol. A gente fez um grande esforço mais uma vez, o time é protagonista, mas nos faltam detalhes. O time joga muito bem, mas faltam os detalhes que se transformam em gols. Sabemos que estamos devendo como visitantes.“, disse.

O uruguaio retornou aos gramados recentemente, após se recuperar de cirurgia para a reconstrução do ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo, e vem sendo muito utilizado pelo técnico Fernando Diniz, sempre entrando no segundo tempo.

21 anos, estudante de Jornalismo na UNISANTA. Apaixonado pelo jornalismo, fanático por futebol.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Veja Também

Mais em Futebol