Santos pressiona, mas cai para o Atlético-GO e perde invencibilidade de 11 jogos na Vila Belmiro

O Santos, pelo segundo ano seguido, perdeu para o Atlético-GO na Vila Belmiro, por 1 a 0 na noite deste domingo (25), pela décima terceira rodada do Campeonato Brasileiro. A derrota foi a primeira no estádio sob o comando de Fernando Diniz e a primeira desde abril. A última derrota na Vila Belmiro havia sido no clássico contra o Corinthians em 24 de abril, em jogo que culminou na saída do técnico argentino Ariel Holan.

O primeiro tempo começou sem muita emoção, mas aos 18, Baralhas foi derrubado na área por João Paulo e o juiz deu pênalti. Na cobrança, Zé Roberto abriu o placar para o Dragão. Aos 30, veio a primeira boa chance do Santos, com cabeceio de Madson parando em boa defesa de Fernando Miguel. O alvinegro ainda teve um chute de Felipe Jonatan carimbado no travessão antes do intervalo.

Assim como no fim da primeira metade do confronto, o Santos voltou para a etapa final pressionando o Altético-GO e criando boas chances de marcar e até chegou a tal ponto, com Carlos Sánchez que, entretanto, estava em condição irregular. Bravamente, o Dragão conseguiu se segurar e até conseguiu arrumar dois bons contra-ataques e desperdiçar duas ótimas chances de definir a partida, mas não aconteceu e seguiu sendo pressionado pelo Peixe até o tão aguardado apito final.

Ao todo, o Santos, que teve 74% de posse de bola e trocou mais de 600 passes no jogo, finalizou 29 vezes contra 7 do Atlético-GO. Para se ter uma noção da pressão exercida pela equipe de Fernando Diniz, o Peixe terminou a partida com seis atacantes em campo: Marinho, Lucas Braga, Marcos Guilherme, Marcos Leonardo, Ângelo e Kaio Jorge.

O Santos segue com 16 pontos e caiu, provisoriamente, para a 11ª posição na tabela do Campeonato Brasileiro. O Atlético-GO, por sua vez, foi aos 18 pontos e é o sétimo colocado do certame nacional.

Confira abaixo um resumo dos melhores momentos do Santos na partida:

GOL DO ATLÉTICO-GO
Com 19 minutos do primeiro tempo, João Paulo derruba Baralhas na área e faz pênalti. Na cobrança, Zé Roberto bate no canto esquerdo do goleiro, que quase pega, e abre o placar para o Atlético-GO.

DEFENDEU!
Com 30 minutos, Kaiky cruza e Madson cabeceia. A bola vai mais próxima ao meio do gol, no alto, e exige boa defesa de Fernando Miguel.

NO TRAVESSÃO!
Aos 39, Sánchez cruza, a zaga do Atlético-GO corta e a bola sobra para Marinho que vai ao fundo e cruza de direita à meia altura para trás. A bola passa por todo mundo e vem limpa para Felipe Jonatan, que chega batendo de primeira e carimba o travessão.

PRA FORA!
Sánchez cobra escanteio no segundo pau e encontra Marinho sozinho. O camisa 11 bate de primeira e a bola vai por cima do gol, aos 41.

PRA FORA, DE NOVO!
Aos 43 minutos, após cobrança de escanteio, a bola vem para Kaio Jorge, que sobe sozinho e cabeceia à esquerda de Fernando Miguel.

POR CIMA!
Com 5 minutos da etapa inicial, Lucas Braga chuta por cima do gol após bate rebate na área.

PRA FORA!
Aos 11 minutos, Camacho ajeita de cabeça, Marcos Guilherme finaliza de primeira, mas a bola vai para fora.

PERDEU!
Aos 19, Lucas Braga dá ótimo passe para Madson, que invade a área pela direita e acha Kaio Jorge livre. O camisa 9 domina, tira da marcação e bate, mas o zagueiro do Atlético-GO, embaixo do gol afasta.

NÃO VALEU!
Marinho manda um minimíssil de longe, a bola vai no travessão, volta nas costas de Fernando Miguel e fica limpa para Sánchez empurrar para o gol, mas o uruguaio estava em condição irregular.

OLHO NA AGENDA
O Santos volta a campo na quarta-feira (28), às 19h15, para enfrentar o Juazeirense, na Vila Belmiro, em confronto válido pela partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Já o Atlético-GO visita Athletico Paranaense, no mesmo dia, às 16h, na Arena da Baixada, também pelo duelo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

Deixe uma resposta