Conecte-se

Futebol

Técnica das Sereinhas avalia atuação no Brasileiro Sub-16 e projeta participação no Sub-18

Crédito: Adriano Fontes/CBF

Após a reformulação da categoria, as Sereinhas da Vila tiveram a primeira experiência no torneio de base organizado pela CBF. Eliminadas na primeira fase do Campeonato Brasileiro Sub-16 com duas vitórias e uma derrota, as comandadas da técnica Sandra Santos foram bem avaliadas pela treinadora.

“O maior desafio para nossa equipe é a questão da experiência, algo que só teremos jogando. Neste ponto, cabe entender e aproveitar cada etapa, ciente que estamos na direção certa, sem ter pressa ou pular fases. Velocidade e direção são melhores do que desespero e cobrança”, disse a técnica, ressaltando que o novo time teve pouco mais de 30 dias de preparação.

Com 13 gols em dois dos três jogos da primeira fase, sendo seis deles anotados pela atacante Isa Viana, que encerrou a participação como artilheira do time e da competição, Sandra destacou o ataque como um dos pontos fortes do novo elenco.

“Nossas principais características são as ofensivas. Já o que podemos melhorar é basicamente dar rodagem para garantir a evolução do processo, mas num todo, o balanço é positivo. Mostramos uma ideia de jogo, comportamento como atleta, entendimento sobre intensidade nas competições, muitas coisas de jogo e extracampo. Agora é seguir dando direção e profissionalismo”, analisou a técnica em entrevista ao Meu Peixão.

Dentro de um campeonato de base, mais do que o título, o que se preza é a experiência adquirida na competição. Segundo a treinadora, a estrutura oferecida pela CBF tem sido fundamental para o desenvolvimento pessoal e profissional de cada atleta.

Isa Viana/Crédito Adriano Fontes/CBF

Todos os protocolos sanitários devido ao Covid-19, além das cerimônias de abertura antes das partidas, as transmissões ao vivo dos jogos e dos profissionais de saúde disponibilizados para o atendimento das atletas, todo o aparato organizado pela entidade serve para o aprimoramento esportivo das jogadoras.

Durante os jogos do Sub-16, foi comum observar a treinadora e sua comissão técnica dialogando com as atletas. Sandra ressaltou a importância de trabalhar o psicológico, diante de variadas circunstâncias.

“Trabalhamos o foco no presente e na aprendizagem em cada situação, portanto, não temos tempo para vitimizar, glorificar ou justificar. É aprender em todas as situações, isto é formação. Saber lidar com fatos por meio da aprendizagem. Emoção reconhecida e foco na próxima ação”, explicou Sandra.

Sem muito tempo de descanso entre um torneio e outro, já que o Brasileirão Sub-18 começa nesta terça-feira (06), Sandra falou sobre o novo desafio do elenco, que contará com seis atletas constantemente relacionadas no time principal.

Sassá, Laura Valverde, Luaninha, Nicole Marussi, Gi Fernandes e Analuyza estarão à disposição do time de base que estreia no dia 07, contra o Atlético MG.

“A preparação é feita junto com Sub-16, tudo próxim,o usando uma equipe multidisciplinar e atenta a cada atleta na sua particularidade. Sobre jogadoras que atuam no profissional, é parte da formação dar rodagem para quem tem idade, seguindo o planejamento alinhado com a comissão da categoria principal”, ressaltou.

Assim como no Sub-16, o time contará com a parceria entre o Santos e o Meninas em Campo, e dentre as características iniciais do elenco, a treinadora destacou a competitividade, organização e intensidade.

“A base do trabalho foi formada no Meninas Em Campo. O projeto atende uma turma específica de formação, onde são lapidadas atletas que vêm para avaliação ou de outros projetos. Por isto, temos uma equipe nova, com bom desempenho. Em relação ao Sub-16, tivemos alguns destaques positivos que devem seguir com oportunidade e compor o Sub-18”, completou Sandra.

 

Veja a lista das atletas relacionadas que disputarão o Sub-18:

 

Goleiras: Agatha e Madu Valente

Defensoras: Bárbara Cuzzuol, Gleicy, Myrelle Torres, Dudinha Rebello, Júlia Delprat, Júlia Accioly, Isa Mattos, Giovana Tolezani e Sassá

Meio-campistas: Tati Mayumi, Laura Valverde, Manu Gorny, Luaninha, Marzia Coutinho, Gi Fernandes e Nicole Marussi

Atacantes: Analuyza, Isabelly Viana, Ana Barboza, Ana Beatriz Giusti e Geise

 

Com início no dia 06 de julho e término previsto para o dia 10 de outubro, com pausa durante os Jogos Olímpicos, a competição terá transmissão ao vivo de todos os jogos pela CBFTV.

 

Divididas no grupo D ao lado de Atlético MG, Ceará e Osasco Audax, o Santos estreia na competição nacional contra o Galo na próxima quarta-feira. Observe os jogos das Sereias na primeira fase:

 

7 de julho – Santos x Atlético MG, às 8h00, no CT Sorocaba 1

09 de julho – Audax x Santos, às 15h30, no CT Sorocaba 2

11 de julho – Santos x Ceará, às 10h30, no CT Sorocaba 1

13 de julho – Ceará x Santos, às 8h00, no CT Sorocaba 2

15 de julho – Santos x Audax, às 15h30, no CT Sorocaba 1

17 de julho – Atlético MG x Santos, às 10h30, no CT Sorocaba 2

 

 

Jornalista graduada pela Universidade Metodista. Atualmente a única repórter de campo no ABC Paulista. Coleciona transmissões pela FPFTV, CBFTV e Santos TV.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Veja Também

Mais em Futebol