Conecte-se

Categorias de Base

Santos tem semana de clássicos decisivos na base e o comandante Gabriel Bussinger afirma “Santos precisa se acostumar com a decisão”

A temporada está terminando e o Santos, em sua categoria de base, vai disputar algumas decisões contras rivais paulistas. Os Meninos da Vila terão pela frente três clássicos até domingo: dois pelas quartas de final do Campeonato Paulista Sub-17, contra o São Paulo, e um pela última rodada da primeira fase da Paulista Cup Sub-16, contra o Palmeiras. Inclusive, neste momento, a bola está rolando no primeiro jogo contra o São Paulo.

O técnico das categorias, Gabriel Bussinger chegou há 4 meses no Santos e já conseguiu vencer um clássico importante contra o Corinthians por 3 a 2 em partida válida pelo Paulista Cup. Agora, o desafio será contra os outros dois outros rivais da capital e em jogos decisivos. O comandante falou da importância desses jogos e de dar experiência aos jovens nas decisões.

“É uma semana decisiva com três clássicos. Dois jogos contra o São Paulo pelas quartas de final do paulista e um jogo contra o Palmeiras valendo a liderança da Paulista Cup, na qual nossa equipe é muito jovem. Dos 11 titulares, nove nascidos em 2005. Além disso, os raios da categoria já estão no profissional. Ângelo e Kaiky já estão como titulares no profissional e o Jair como titular no sub-20. Enquanto que os rivais utilizam jogadores que já estão nas categorias de cima mesmo ou na própria seleção, eles descem pra jogar. Isso aumenta o nível de dificuldade das partidas. Porém um jogador do Santos precisa se acostumar com a decisão e isso é um dos segredos das categorias de base do Santos. Aprender a decidir já muito jovem e é por isso que o raio costuma cair sempre na Vila”, disse o treinador.

Desde que chegou ao Santos, Bussinger soma 19 partidas. São 11 vitórias, cinco empates e três derrotas, com um aproveitamento de 67%. Além disso, 44 gols pró (média de 2,32 gols por jogo) e 20 contra(média de 1,05 gols por jogo). Neste período o treinador vem fazendo o curso da Licença A, da CBF Academy. Além disso, dá aulas na Licença B. Com o certificado da primeira licença, o técnico ficará apto a comandar times brasileiros em qualquer cenário nacional, inclusive na Série A.


Jornalista graduado pela Universidade FiamFaam. Santista, romântico da bola e amante do futebol varzeano. Colaborador no Cancha Santista e colecionador em transmissões na Equipe Líder, Rede Continua e Rádio Prorrogação

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Veja Também

Mais em Categorias de Base