Conecte-se

Futebol

Perto do início do Paulistão, Carille admite pé no freio na busca por reforços: “Vamos dar uma seguradinha”

Foto: Ivan Storti / Santos FC

O Santos teve, em 2022, uma janela de transferências mais modesta. Foram apenas três contratações feitas até agora. O meia Bruno Oliveira que chegou do Vitória, o zagueiro Eduardo Bauermann vindo do América Mineiro e a grande contratação, Ricardo Goulart que chegou da China para ser o camisa 10 do time.

Em entrevista para a TV Gazeta, Carille admitiu que, por hora, o Santos não vai se manter forte em busca de contratações pelo menos até o final do Campeonato Paulista.

“Vamos dar uma seguradinha com a chegada do Goulart e renovação do Marcos Leonardo. Acho que Paulista vai ser assim e no Brasileiro vemos o que acontece”. afirmou Carille.

A expectativa do treinador Fábio Carille ainda era a de poder contar com dois laterais e, pelo menos, um volante. Em 2021, Carille utilizou muito o sistema com três zagueiros. A formação ajudou a equipe na briga contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro, porém, a vontade do comandante em 2022 era a de utilizar uma linha de quatro defensores e três atacantes, porém, sem os reforços, o treinador voltou atrás em sua escolha.

Depois de decidir dar continuidade no esquema com três zagueiros, Carille enxergou que a necessidade urgente de contar com novos laterais e volante não era tanta. Com isso, a busca por novos nomes diminuiram muito. Mesmo sem grande intensidade no mercado, o Peixe segue monitorando possíveis oportunidades para reforçar a equipe.

“O clube está sempre monitorando todo e qualquer atleta. Trabalhamos diariamente para um banco de dados de muitos jogadores para tomarmos decisão acertada. É claro que a situação do clube tem que ser entendida, mas sempre estaremos atentos às oportunidades. E quando surgirem, que estejamos preparados para atacar pontualmente”, disse Dracena em coletiva concedida para a imprensa na última segunda-feira (17).

>>> Confira o que falou o executivo de futebol Edu Dracena

“Estamos contentes com o que temos na mão. Carille conversa comigo diariamente e fala do empenho e dedicação nos treinos. Acredito muito que o Santos será mais competitivo neste ano. Não prometerei títulos, mas prometo time competitivo que vai brigar em todos os jogos e campeonatos para chegar o mais longe possível”, completou o Capitão do tri da Libertadores.

Alguns “reforços” da Copinha também vão ajudar o Carille na montagem do elenco. Lucas Pires e Sandro, laterais do time sub-20, podem reforçar esse setor carente. Rwan, Weslley Patati e Lucas Barbosa chegarão para ajudar no ataque e, talvez, Balão pode reforçar o setor de meio campo.

Jornalista graduado pela Universidade FiamFaam. Santista, romântico da bola e amante do futebol varzeano. Colaborador no Cancha Santista e colecionador em transmissões na Equipe Líder, Rede Continua e Rádio Prorrogação

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Veja Também

Mais em Futebol