Conecte-se

Santista na Voz

Hoje tem mais um!

Faaaaala, meu 10!

Hoje tem Santos e não é qualquer jogo. Lembranças temos de monte para contar de um “Santos x Corinthians”, não é mesmo?
O ano era 1994, o Santos vinha em baixa e sempre se complicava em clássicos. Naquele domingo de abril, teve clássico, no Morumbi. O time deles tinha jogadores muito badalados, tinha Casagrande em fim de carreira, e o nosso Peixe era um time mais simples, porém tinha seus bons jogadores.

O Marcel Lopes (amigo de infância) estava na casa de sua tia, ouvindo o jogo com o seu primo. Que jogo inesquecível para todos nós santistas por dois motivos; além da virada épica, teve narração da lenda Osmar Santos, que também fez este “Meu 10” se apaixonar por jogos pelo rádio.

Como todos sabem, o Santos saiu perdendo por de 2 a 0 em pouco mais de 20 minutos de jogo. Seu primo (torcedor do Corinthians), já tirava sarro dele e ele já acreditava que poderíamos levar uma goleada. Foi aí que começou a brilhar a estrela do nosso artilheiro, Guga, o “matador de gambás”, que diminuiu o placar e logo em seguida, ele mesmo sofreu pênalti, convertido por Dinho. Ainda no final do primeiro tempo, Guga marca mais um e vira a partida. O primo não acredita! Veio o segundo tempo e a chuva de gols secou. O jogo estava lá e cá e cada ataque era só tensão para ambos os lados. Até que no fim do jogo, Guga faz nosso quarto gol (três gols do nosso centroavante).

Aquele gol já nos deixava confiante da vitória. Porém, enquanto ainda comemorávamos, saiu o terceiro gol do Corinthians, trazendo novamente a tensão para o final da partida.
Não demorou muito para o jogo terminar, selando aquela inesquecível vitória. Fala, “Meu 10”, que história você tem deste clássico? Conta aí nos comentários.

Fala meu 10!

12 Comentários

12 Comentários

  1. Fernando Mosca

    17 de fevereiro de 2021 às 15:53

    E aquele 7×1 do Coringão no Peixe hein… Tevez e cia. Parabéns pela coluna! Abraço.

    • Anderson Gonçalves

      17 de fevereiro de 2021 às 15:58

      Temos a lembrança de um 8, 8 pedaladas..rs
      Obrigado, Fernando..abraços!!

  2. Anderson Gonçalves

    17 de fevereiro de 2021 às 15:12

    Lembrança indigesta..rs
    Valeu, Marcos.. abraços!!

  3. Marcos

    17 de fevereiro de 2021 às 15:06

    7×1 foi inesquecível, show de Carlitos Tevez. Boa sorte nessa nova empreitada meu caro!! Parabéns pela coluna.

  4. Marcel+Lopes

    17 de fevereiro de 2021 às 14:20

    São muitas boas lembranças, as vezes é até difícil esxolher um história! 💙⚽️

    • Anderson Gonçalves

      17 de fevereiro de 2021 às 14:58

      Este é o orgulho que nem todos podem ter… abraços!!

  5. RENE BUENO DE OLIVEIRA

    17 de fevereiro de 2021 às 13:17

    É muito gostos ganhar dos gambás….e com show e goleada entao? Sem palavras!!!! e eu tive esse prazer em 2002!!!!Assisti o golaço de bicicleta do Alberto do Santos contra o Corinthians no Campeonato Brasileiro 2002 – Resultado: 4×2 para o melhor do mundo!!!

    • Anderson Gonçalves

      17 de fevereiro de 2021 às 13:25

      É muito bom mesmo, Rene.
      ‘Bora’ para mais um hoje, precisamos desta vitória.
      Abraços

  6. Alexandre

    17 de fevereiro de 2021 às 13:09

    O épico jogo da volta da final de 2002.
    Aquele 3×2 inesquecível!!

    Foi tanta emoção no gol do Elano, que não vi o terceiro ( do Léo ) e tinha certeza que o gol tinha sido feito por Robert (que inclusive já havia sido substituído nesse ínterim ).

    Pulei tanto no segundo gol, que rolei pelo menos uns três andares de arquibancada.
    Nunca uma contusão foi tão comemorada kkkkkk

    Pra cima meu peixão

    • Anderson Gonçalves

      17 de fevereiro de 2021 às 13:16

      Épico mesmo, Alexandre.
      No gol do Leo, nem gritei gol..ja gritei “bora pra praça”
      Abraços!!

  7. Alessandra

    17 de fevereiro de 2021 às 13:08

    Santos sempre Santos 🖤
    Parabéns pela coluna

    • Anderson Gonçalves

      17 de fevereiro de 2021 às 13:16

      Obrigado, Alessandra!

Deixe uma resposta

Anúncio

Veja Também

Mais em Santista na Voz

%d blogueiros gostam disto: