Conecte-se

Futebol

Zé Love campeão; o que ganharam os titulares do “tri” de lá pra cá?

Zé Love segurando troféu da Copa Verde. Foto: Instagram/zelove9

Zé Love. Ícone pop, modelo e jogador. Brincadeiras à parte, o atacante foi campeão da Copa Verde na última quarta-feira (24) vestindo a camisa do Brasiliense. Detalhe: marcou até gol. 

Artilheiro do “amor”

Quem o acompanha pelas redes sociais, sabe que ele sempre fala do Santos e deixa bem claro sua gratidão pelo clube. Pelo Peixe, Zé fez 81 partidas e 26 gols. Chegou como quem não queria nada, mas foi titular e peça importante na conquista da Libertadores de 2011. Depois de atuar pela equipe da Vila Belmiro, Zé passou por Genoa, Siena, Coritiba, Nanchang, Goiás, Al-Shaab, Vitória, Figueirense, Faisaly, Oeste, Pahang e Brasiliense. Porém, só conseguiu gritar “é campeão!” pelo time da capital brasileira. Antes da Copa Verde, seu último título havia sido a Libertadores de 2011. Ou seja, ele era o único – dos titulares da final – que ainda não tinha comemorado um título sequer depois do “tri”.

Mas, e os outros dez jogadores que foram titulares naquela final contra Peñarol? Tirando Neymar e Danilo, os outros até comemoraram, mas não na quantidade dos colegas que marcaram um gol cada contra os uruguaios em 22 de junho de 2011. 

Veja os títulos que os 11 iniciais da final da Liberta ganharam depois do “Tri” (escalação do último jogo da Copa Libertadores de 2011) 

Rafael – Santos: Paulistão 2012 e Recopa 2012. Napoli: Copa da Itália 2013/14 e Supercopa da Itália 2014. Seleção: Superclássico das Américas 2014.

Danilo – Porto: Primeira Liga 2011/12 e 2012/13. Real: Champions 2015/16, 2016/17; Supercopa da UEFA 2016; Mundial de Clubes 2016 e La Liga 2016/17. Manchester City: Premier League 2017/18, 2018/19; Copa da Liga Inglesa 2017/18, 2018/19 e Copa da Inglaterra 2018/19. Juventus: Campeonato Italiano 2019/20 e Supercopa Italiana 2020. Seleção: Copa do Mundo Sub-20 e Superclássico das Américas 2011 e 2014.

Edu Dracena – Santos: Paulistão 2012 e Recopa 2012. Corinthians: Brasileirão 2015. No Palmeiras: Brasileirão 2016 e 2018.

Durval – Santos: Paulistão 2012 e Recopa 2012. Sport: Pernambucano 2014 e 2017; Copa Ariano Suassuna 2015, 16, 17 e 18. Seleção: Superclássico das Américas 2012.

Léo – Santos: Paulistão 2012 e Recopa 2012.

Adriano – Santos: Paulistão 2012 e Recopa 2012. CRB: Alagoano 2017

Arouca – Santos: Paulistão 2012 e Recopa 2012. Palmeiras: Copa do Brasil 2015 e Brasileirão 2016. Seleção: Superclássico das Américas 2012.

Elano – Santos: Paulistão 2012, 15 e 16, e Recopa 2012. Flamengo: Taça Rio 2014, Taça Guanabara 2014, Torneio Super Clássicos 2014 e Carioca 2014. Chennaiyin: Campeonato Indiano 2015 e Superliga Indiana 2015.

Ganso – Santos: Paulistão 2012 e Recopa 2012. São Paulo: Sul-Americana 2012. Fluminense: Taça Rio 2020.

Neymar – Santos: Paulistão 2012 e Recopa 2012. Barcelona: Copa do Rei 2014/15, 2015/16 e 2016/17; La Liga 2014/15 e 15/16; Supercopa da Espanha 2013; Champions 2015 e Mundial de Clubes 2015. PSG: Francês 2018, 19 e 20; Supercopa da França 2018 e 19; Copa da França 2018 e 2020; e Copa da Liga da França 2018. Seleção: Copa das Confederações 2013; Jogos Olímpicos 2016; Superclássico das Américas 2011, 13, 14 e 18.

Zé Love – Brasiliense: Copa Verde 2020.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Veja Também

Mais em Futebol