Conecte-se

Futebol

Holan elogia atuação em vitória, valoriza jovens e confia em Santos “mais competitivo” nos próximos jogos

Ariel Holan, em Santos 2x1 Deportivo Lara - Foto: Ivan Storti/Santos

O treinador Ariel Holan gostou do que viu na vitória do Santos sobre o Deportivo Lara, da Venezuela, por 2 a 1, nesta terça-feira, na Vila Belmiro, pelo jogo de ida da segunda fase da Pré-Libertadores 2021. Dentre os assuntos, o técnico argentino valorizou a entrega dos jovens e prometeu um sistema “mais eficaz” com o decorrer dos treinamentos nas próximas semanas.

Holan vibrou com a vantagem conquistada por um Santos que tinha a média de idade em 21 anos. Ele também fez questão de ressaltar que a goleada sofrida para o São Paulo em sua estreia foi um acidente.

“Partidas totalmente diferentes. A primeira foi anormal, em condições estranhas. No primeiro tempo tivemos a atitude desejada. Hoje, foi diferente porque adversário ficou no seu campo à procura do contra-ataque e bola parada. Equipe buscou, com diferentes formas, quebrar as linhas. O importante é que jogaram muitos jovens. Média de 21 anos. Primeira experiência na Libertadores para muitos. Estou convencido que, quando recuperemos os jogadores que não estão, teremos uma equipe muito competitiva com esses jovens”, disse o treinador, em entrevista coletiva virtual.

“O rival se posicionou com cinco defensores. Colocamos quatro atacantes, mas pedimos para Sandry e Pirani ocuparem as costas dos meio-campistas rivais. Fizemos bem em alguns momentos, outros não. Em poucos dias a equipe trata de ter um sistema de jogo. Buscaremos que esse sistema seja o mais eficaz no menor tempo possível. Como disse anteriormente, com muitos jovens”, acrescentou Holan.

O Santos teve as voltas de Marcos Leonardo no ataque e de João Paulo no gol. Holan ainda espera Marinho, Kaio Jorge, Pará e Madson ficarem à disposição para “encorpar” o elenco. O meia Carlos Sánchez ainda deve ficar mais um mês fora no Alvinegro.

>Veja mais notícias do Santos clicando aqui

“Estamos começando a trabalhar com todos os jogadores. Jogadores de experiência que nos faltam e vão ser muito importantes. E os jovens crescerão com o trabalho. Começamos agora e tenho muita confiança que os aspectos de jogo melhorarão com treinos e partidas. Foram poucos, quase nada, treinamentos. E não tenho dúvida que cresceremos muito”, explicou.

O Santos decide a vaga contra o Lara, na Venezuela, na próxima terça-feira (16), às 19h15 (de Brasília), pelo jogo de volta da segunda fase da Pré-Libertadores 2021.

Formado em jornalismo pela Universidade Católica de Santos. Colaborou para o GloboEsporte.com, LANCE! e Esporte News Mundo.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Veja Também

Mais em Futebol