Conecte-se

Futebol

“Jogador de elite” e “polivalente”: Kaiky não se intimida com Libertadores e dá passo para se consolidar no Santos

As duas atuações de Kaiky no time titular do Santos não surpreenderam algumas pessoas que trabalham no clube. O zagueiro marcou o gol da vitória do Peixe sobre o Deportivo Lara, da Venezuela, por 2 a 1, na última terça-feira, na Vila Belmiro, pelo jogo de ida da segunda fase da Pré-Libertadores 2021.

A reportagem do Meu Peixão ouviu análises de pessoas próximas a Kaiky. No clube, comenta-se que o zagueiro é um “jogador de elite” e com “capacidade de construção de jogadas de um meio-campista”. Na base do Santos, o Menino da Vila se aperfeiçoou no equilíbrio e na postura da linha com quatro atletas na defesa.

“Era tímido fora de campo, mas ao mesmo tempo era centrado. Você dava incentivo e ele respondia dentro de campo”, falou uma das pessoas entrevistadas pela reportagem.

>Veja mais notícias do Santos clicando aqui

Há necessidade em amadurecer no jogo aéreo e também em duelo individuais contra atacantes. A evolução é nítida por alguns membros no Santos, mas o trabalho é pela solidificação destes pontos fracos.

Mesmo com a pouca idade e em um torneio continental, Kaiky gesticulou e orientou o time em certos momentos. Ele utilizou a camisa 28, substituindo Lucas Veríssimo, vendido ao Benfica, de Portugal.

“É meu jeito desde a base, sempre fui capitão, na seleção também. É meu jeito de me comunicar com o time. Importante para a minha função organizar o time olhando de trás”, comentou o zagueiro, em entrevista coletiva virtual.

 

Formado em jornalismo pela Universidade Católica de Santos. Colaborou para o GloboEsporte.com, LANCE! e Esporte News Mundo.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Veja Também

Mais em Futebol