Conecte-se

Futebol

Marinho sai de campo irritado, não cumprimenta Holan e pede desculpas: “Atitude foi péssima”

O atacante Marinho protagonizou uma cena lamentável no empate do Santos com o San Lorenzo, em 2 a 2, nesta terça-feira, no Mané Garrincha, em Brasília, pela repescagem da Libertadores. O camisa 11 não gostou da substituição, não cumprimentou o treinador Ariel Holan e se dirigiu ao vestiário.

Minutos depois, voltou ao banco de reservas e deu apoio aos jogadores na reta final do empate. Mesmo com o tropeço, o Santos garantiu a vaga na fase de grupos da Libertadores.

Marinho ainda foi até suas redes sociais se desculpar com Holan, jogadores e torcedores santistas. Confira o relato do atacante.

>Veja mais notícias do Santos clicando aqui

“Primeiramente esclarecer que minha atitude foi péssima hoje, após a mudança sai chateado!
Não sou insubstituível, não sou dono do time e estou aqui para ajudar, sempre me dediquei e vesti esse manto com muito orgulho!
Jogador nenhum acima do clube ou faltar com respeito ao treinador, porém já pedi perdão ao treinador diante do grupo, nunca tomei atitude assim com treinador nenhum, fica aqui minhas desculpas, justo eu vir aqui e falar! Sou homem, e continuarei dando a vida para esse clube , mesmo querendo ficar em campo e ajudar, respeito e sempre irei respeitar qualquer decisão da comissão técnica!

Humildemente vim aqui me desculpar e esclarecer!

Agora classificado para a fase de grupos e espero que os julgamentos não passem do ponto sobre meu caracter”, escreveu Marinho.

O Santos ingressou ao Grupo C da Libertadores ao lado de Boca Juniors, da Argentina, Barcelona de Guayaqui, do Equador, e The Strongest, da Bolívia.

Formado em jornalismo pela Universidade Católica de Santos. Colaborou para o GloboEsporte.com, LANCE! e Esporte News Mundo.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Veja Também

Mais em Futebol