Conecte-se

Futebol

Cotado no Santos, Alexandre Mattos fala em honra de trabalhar no clube e comenta dificuldades orçamentárias

A informação trazida por Lucas Musetti, da Gazeta Esportiva, de que Alexandre Mattos gostaria de assumir o cargo de diretor-executivo de futebol do Santos Futebol Clube, foi também comentada pelo próprio dirigente, em live promovida pela Tuddo Comunicação há 10 meses atrás, quando ainda era diretor do Atlético-MG.

À época, Alexandre Mattos respondeu pergunta enviada por nosso colunista Felipe Mendes sobre apenas ter “montado” times com boas condições financeiras.

Eu participei de três projetos antes do Atlético-MG. Os três com dificuldade financeira, estrutural e técnica. No América, eram sete meses de salário atrasado, não tinha divisão nacional, chegamos a disputar segunda divisão do estadual e saí de lá com o América-MG na Série A e, até hoje, tem um legado nosso lá“, pontuou, antes de exemplificar as situações financeiras e estruturais de Cruzeiro e Palmeiras, clubes onde ganhou notoriedade nacional.

No Cruzeiro, muitas pessoas se enganam. O clube vivia a pior crise em 30 anos, salário atrasado depois de 30 anos. Os jogadores em janeiro de 2012 fizeram carta, porque antes não se atrasava salário. Crise técnica, um dos piores times, naquele momento, possível. Crise financeira, o clube tinha teto de R$ 50 mil para salário e foi um esforço de muita criatividade para montar o time que gerou receitas, gerou títulos, gerou sócio-torcedor e uma série de coisas fantásticas para o Cruzeiro, como um legado, porque depois ainda vieram duas Copas do Brasil“, ressaltou.

Alexandre também falou sobre trabalhar no Santos e disse que seria uma honra assumir o clube, elogiando a equipe “montada” por Jorge Sampaoli, à época técnico do Atlético-MG de Mattos.

Os projetos que eu assumi eram precaríssimos, financeira, tecnica e estruturalmente falando, e foram vingando depois. Talvez um dia, se eu puder ter a honra de trabalhar no Santos e tiver tempo, as coisas caminharem e Deus me abençoar de ter pessoas próximas, quem sabe a gente pode pegar um Santos e transformar ele em outro?“, salientou.

Confira abaixo o comentário de Alexandre Mattos na íntegra:

 

21 anos, estudante de Jornalismo na UNISANTA. Apaixonado pelo jornalismo, fanático por futebol.

Clique para comentar

0 Comentários

  1. Carlos Alberto Valente

    12 de maio de 2021 às 14:29

    Um dos melhores., Bem conversado e aceitando salários centro do possível seus ótimo…

Deixe uma resposta

Anúncio

Veja Também

Mais em Futebol

%d blogueiros gostam disto: