Conecte-se

Futebol

Mães Santistas #4 – “Lutar com fé e com ardor”. Conheça dona Nilza, a mãe de Lucas Braga

O segundo domingo de maio é especial por uma tradição de quase 90 anos. Nesta data é comemorado o Dia das Mães e o Meu Peixão homenageia grandes mulheres que vivem diariamente o mais puro e verdadeiro amor.

O Santos Futebol Clube conta hoje com um jogador muito identificado ao clube e a torcida, isso acontece porque desde criança esse atleta ama o Peixe. Estamos falando do atacante Lucas Braga.

Lucas Braga criança com uniforme do Santos

A história de vida e da carreira do Lucas é muito bonita e inspiradora, mas por trás de todo grande ser humano que conquistou aquilo em que almejou existe uma grande mãe que sofre, vive e vibra junto de seu filho. No caso de Lucas Braga quem sempre esteve ali e está até hoje é a dona Nilza Braga Ribeiro.

Dona Nilza nasceu no estado de Minas Gerais, em Nova Lima, mas já muito criança foi para São Paulo e ali construiu sua vida ao lado do marido que está ao seu lado já há 25 anos. Desta união nasceram dois filhos, Ester é a caçula e o primogênito é Lucas Braga.

Dona Nilza junto de seu filho Lucas

Como muitas mães em todo Brasil, dona Nilza se deparou com a situação de ter um filho que vislumbrava seguir a profissão de jogador de futebol. Batalhar ao lado do filho em busca do seu sonho foi uma tônica na vida de dona Nilza desde sempre.

“A gente batalhou sempre junto. O Lucas tinha esse sonho e quando ele tinha entre cinco e seis anos ele já falava que queria ser jogador um dia e eu falava para sempre pedirmos ao Papai do céu, porque somente Ele era capaz de fazer essa obra”, disse Dona Nilza.

Dona Nilza e seu Marido com Lucas

No chamado “país do futebol”, conseguir chegar a ser jogador profissional demanda muita luta e dificuldade e são nesses momentos que guerreiras, como dona Nilza e muitas outras mães, fazem toda a diferença na vida do filho. “A dificuldade maior veio quando ele (Lucas Braga) começou a correr atrás do sonho dele. Muitas portas se fecharam, mas somos uma família muito unida”, afirmou a mãe guerreira.

Existem muitas mães que lutam intensamente em busca de realizar os sonhos de seus filhos. São poucos os jogadores que despontam cedo e Lucas Braga não foi uma dessas exceções. Para uma mãe que está dia após dia vendo de perto e participando de cada detalhe, o sentimento torna-se diferente.

Dona Nilza conta essa linda história: “Foi um processo muito longo. O Lucas já estava com 17 anos e as portas não se abriam para ele e eu como mãe sofria demais.”. O sofrimento acontece por conta do grande amor existente em uma mãe que quer ver seu filho conseguir alcançar tudo o que almeja. Mesmo em meio as dificuldades, ao desânimo que acaba tomando conta, uma palavra ou um gesto de uma mãe muda a história de um filho.

“Às vezes, eu pegava ele (Lucas) muito triste e perguntava o que estava acontecendo e ele falava que estava tentando e pedindo para Deus, mas as portas não se abriam”, disse dona Nilza. A palavra de conforto e incentivo fez a diferença. “Filho, o homem fala não, mas Deus fala sim. Vamos continuar crendo, dobra seus joelhos dentro do quarto e vamos continuar pedindo!”, completou dona Nilza usando sua fé que sempre a conduziu.

Mesmo buscando a todo momento confortar o filho, dona Nilza, como mãe, também sofreu muito. Afinal, ver a pessoa que ama sem solução e sem poder ajudar para que exista uma, não é fácil. Ela também se pegou em alguns momentos chorando. “Eu chorava escondido dele, porque eu ficava com o coração na mão e já não sabia mais o que falar para ele”, desabafou a mãe que sentia junto ao filho tudo que ambos passaram.

Depois de todo sofrimento e de toda fé sustentando a dona Nilza na luta para que Lucas pudesse realizar seu sonho, a vitória veio. Hoje, ao olhar seu filho jogando no Santos, clube para o qual Lucas sempre torceu, é o grande fator que comprova a importância de uma mãe na formação do filho.

“Eu agradeço e louvo esse Deus e toda vez que eu olho para ele (Lucas) e vejo ele no Santos eu agradeço a Deus porque todo mundo falava que era impossível, que meu filho estava perdendo tempo e você imagina uma mãe ouvir tudo isso, mas eu disse para ele que enquanto estivesse arroz e feijão na minha mesa, essa comida era para ele se alimentar e ir em busca do sonho dele”, disse dona Nilza.

Hoje, com Lucas Braga cada vez mais consolidado no time do coração, dona Nilza declara todo seu sentimento como mãe que batalhou duro durante todo processo: “Meu sentimento é de gratidão por ter ajudado meu filho, eu ajudei. Eu fiquei firme com ele e, às vezes, eu me pego chorando de tanta felicidade por saber que ele está no Santos que é aquilo que ele buscou a vida inteira e chegou esse momento tão especial”.

Mães que vivem algo parecido ao que dona Nilza viveu. Mães que lutam ao lado de seus filhos diariamente, em homenagem a todas, dona Nilza deixou um lindo recado:

“Para todas as mães eu digo para nunca desistir dos seus filhos, lutar junto com eles, falar para eles que tudo é possível, sim. Então é esse o meu recado para todas as mães e que Deus abençoe todas vocês. Lutem, não deixe os sonhos dos seus filhos de lado não”. finalizou dona Nilza, a mãe que lutou com fé e com ardor.

Confira outras mamães que já foram homenageadas pelo Meu Peixão:

Mães Santistas #1 – Amor pelo filho e paixão pelo Peixe, conheça Andrea Góes

Mães Santistas #2 – “Ser mãe nos faz profissionais mais fortes e resilientes”, diz RP do Santos

Mães Santistas #3 – “Tem mudado a nossa vida”, diz Cristiane sobre maternidade

Jornalista graduado pela Universidade FiamFaam. Santista, romântico da bola e amante do futebol varzeano. Colaborador no Cancha Santista e colecionador em transmissões na Equipe Líder, Rede Continua e Rádio Prorrogação

2 Comentários

2 Comentários

  1. João Leandro Monteiro .

    12 de maio de 2021 às 21:09

    Eu sou louco torcedor desce clube S F C é minha paixão desde criança e tenho o previlego de ter 80%da minha família ter o mesmo orgulho que tenho de torcer para o santos.me criei na praia grande enquanto eu morei na praia assistir 90% dos jogos do santos moro em são Bernardo e tenho muita vontade de assistir um jogo do santos com tem dos meus filhos e netos na vila Belmiro.

  2. Marcos Silvestre Jorge Tiago

    12 de maio de 2021 às 12:40

    Sensacional

Deixe uma resposta

Anúncio

Veja Também

Mais em Futebol

%d blogueiros gostam disto: