Conecte-se

Futebol

Ídolo do Santos e agora técnico da Ferroviária, Elano completa 40 anos

Um dos grandes ídolos da história do Santos, Elano Ralph Blumer completa hoje 40 anos. Cria da base do Guarani, Elano chegou ao Santos em 2001 e o resto, a maioria já sabe, é história.

Na primeira passagem, Elano foi peça importante nas conquistas do Campeonato Brasileiro em 2002, quando fez o gol de empate da final aos 43 minutos do segundo tempo, que terminaria com vitória santista por 3 a 2 sobre o rival Corinthians, e 2004, quando, mais uma vez decisivo, abriu o placar na vitória por 3 a 0 contra o São Caetano que deu a liderança ao Peixe na penúltima rodada do certame nacional.

Em novembro de 2010, o Santos anunciou seu retorno para a temporada 2011, após boas passagens por Shakhtar Donets, da Ucrânia, Manchester City, da Inglaterra, e Galatasaray, da Turquia.

Logo de cara, o meio-campo, vestindo a 8, foi artilheiro do Campeonato Paulista, empatado com Liedson, que também retornava ao Corinthians, com 11 gols.

Nesta segunda passagem pela Vila Belmiro, Elano conquistou o Campeonato Paulista em 2011 e 2012, da Copa Libertadores da América em 2011 e da Recopa Sul-Americana em 2012.

Após passar por Grêmio, Flamengo e Chennayin, da Índia, Elano voltou para sua terceira passagem pelo Peixe, sendo novamente campeão estadual em 2015 e 2016.

Em 7 de dezembro de 2016, após 322 jogos e 68 gols marcados com a camisa do Glorioso Alvinegro Praiano, Elano anunciou sua aposentadoria dos gramados. Sua história e relacionamento com o Santos, seguiu.

O então ex-meio campo passou a ser auxiliar técnico de Dorival Júnior e chegou a assumir o clube na demissão do treinador e, posteriormente, após a saída de Levir Culpi. Comandou o Peixe em nove jogos, antes de sua saída do clube em 2018 no início da gestão José Carlos Peres, com cinco vitórias, um empate e três derrotas.

Atualmente, Elano Blumer comanda a Ferroviária e tem a missão de conseguir o acesso da Série D para a Série C do Campeonato Brasileiro. Antes, trabalhou na Inter de Limeira e no Figueirense.

Meu Peixão parabeniza Elano pela brilhante carreira, gols e títulos conquistados com a camisa do Santos, além de desejar sucesso na empreitada como técnico e torcer para que, um dia, os caminhos entre o treinador e o clube voltam a se cruzar e a história de conquistas se repita.

21 anos, estudante de Jornalismo na UNISANTA. Apaixonado pelo jornalismo, fanático por futebol.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Veja Também

Mais em Futebol