Conecte-se

Futebol

Jogadores do sub-20 comentam estreia no Campeonato Brasileiro da categoria

O Santos estreia no Campeonato Brasileiro sub-20 neste domingo (27), às 15h, na Arena Pernambuco contra o Sport.

O técnico Aarão Alves comentou a preparação para o certame nacional em maio e destacou a perda de diversos jogadores para o elenco profissional.

“A gente está num momento de reestruturação da base, principalmente do Sub-20, de onde muitos jogadores saíram para a equipe principal. Jogar com a Portuguesa é sempre um jogo duro, por ser uma equipe da cidade, todo mundo quer mostrar suas condições e acaba sendo um jogo um pouquinho diferente. Mas eu gostei do empenho, da luta da garotada. A Portuguesa joga com um time mais velho, nós estamos com uma equipe de primeiro ano e conseguimos confrontar na questão de força. Na parte técnica conseguimos ver jogadas que a gente vem trabalhando, principalmente de ataque, de transições”, disse.

O atacante Wesley Patati, recém-promovido do sub-17, comentou a estreia na categoria.

“Expectativa muito grande. Algo que é novo sempre me empolga e me dá energia para seguir em busca dos meus objetivos. Jamais imaginei estar vivenciando tudo isso, e agora que cheguei até aqui, seguirei lutando por grandes conquistas.”, disse, antes de falar sobre a diferença entre uma categoria e outra.

“Com certeza. Conforme as categorias vão aumentando, eu sinto que está cada vez mais próximo do profissional. Com isso, as partidas são mais brigadas e pegadas, pois está cada um se doando ao máximo em busca dos seus sonhos.”, explicou.

Atacante Wesley Patati estreia no sub-20 do Santos neste domingo. (Foto: Divulgação/Santos FC)

Sem atuar oficialmente há sete meses, Patati não acredita que o tempo sem jogar possa prejudicar a estreia no sub-20.

“Acredito que não. Após o retorno aos treinos no clube, a comissão técnica foi retomando os treinamentos até chegarmos ao alto nível, para estarmos nas melhores condições possíveis nesta estreia. Além disso, treinei particularmente buscando desenvolver o meu melhor.

O também atacante Kaio Castro comentou a expectativa por um ano de conquistas dentro e fora de campo para o Peixe.

“Eu espero que esse seja um ano de muitas vitórias do Santos, dentro e fora de campo. Vamos atrás de conquistas, trabalhando bastante para colher coisas boas lá na frente. O grupo tem muita qualidade e ambição, sabemos do nosso potencial!”, disse.

Atacante Kaio Castro em treino do sub-20 do Santos. (Foto: Divulgação)

O jovem revelou o sonho de atuar pelo profissional do Santos e ter condições que o permita ajudar seus avós.

“Meu maior sonho é ser jogador profissional do Santos. Sonho com isso desde sempre. Vestir essa camisa, dar alegria à torcida e poder ajudar os meus avós.”, revelou.

Por fim, o atacante falou sobre o atacante Neymar, revelado pelo clube e hoje no Paris Saint-Germain, da França. O camisa 11 é a referência de Kaio Castro.

“Como todo bom Menino da Vila, meu ídolo é o Neymar. É um cara que com essa camisa dava gosto de ver jogar e hoje segue sendo um dos melhores do mundo. O que ele fez com essa camisa está na história.“

Em 2020, o sub-20 do Peixe foi eliminado ainda na fase inicial da categoria e a participação no Brasileiro Sub-20 foi resumida a cinco vitórias, três empates e 11 derrotas, totalizando 18 pontos e aproveitamento de 31,58%.

21 anos, estudante de Jornalismo na UNISANTA. Apaixonado pelo jornalismo, fanático por futebol.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Veja Também

Mais em Futebol