Conecte-se

Futebol

De Nikão a auxiliar de Jesualdo: contra o Athletico, Santos reencontra velhos conhecidos dentro e fora das quatro linhas

Quando pisar no gramado da Vila Belmiro nesta terça-feira (06), às 19h30, o Santos defenderá um tabu histórico. Contra o Athletico Paranaense, vice-líder do Campeonato Brasileiro, o Peixe só perdeu no Estádio Urbano Caldeira uma vez em toda história do duelo.

Do lado adversário, o Peixe reencontrará velhos conhecidos dentro e fora das quatro linhas.

Confira abaixo quem são eles:

NIKÃO

Foto: Reprodução/GloboEsporte.com

Nome de destaque do Athletico Paranaense desde que chegou ao clube, em 2015, Nikão passou pela base do Santos de 2009 a 2010, antes de ser revelado pelo Atlético Mineiro.

Depois de rodar por diversos clubes, o meio-campo se firmou no Athletico Paranaense, pelo qual já coleciona 276 jogos, 41 gols e cinco títulos, entre eles a Copa Sul-Americana 2018 e a Copa do Brasil 2019.

LÉO CITTADINI

Foto: Divulgação/Santos FC

O meio-campista teve passagem pelo Santos entre os anos de 2013 e 2018, com 75 partidas disputadas e dois gols marcados.

No final de 2018, com o fim de seu contrato com o Peixe, acertou com o Athletico Paranaense, onde já atuou em 101 partidas e marcou 14 gols, além de ter conquistado a Copa do Brasil e dois Campeonatos Paranaenses.

ANTÓNIO OLIVEIRA

Foto: Ivan Storti/Santos FC

Treinador responsável por liderar o Athletico Paranaense no melhor início de Campeonato Brasileiro de sua história,  o luso António Oliveira talvez seja dos menos conhecidos pelos torcedores alvinegros.

Quando passou pelo clube, no primeiro semestre de 2020, foi auxiliar-técnico do português Jesualdo Ferreira. Em outubro de 2020, foi contratado para ser auxiliar técnico de Paulo Autuori, que acumulava a função de diretor e treinador. Após o Brasileirão, assumiu o time de aspirantes, mas em março foi promovido ao cargo de técnico do time principal.

WILLIAM THOMAS

Foto: Ivan Storti/Santos FC

O gerente executivo de futebol do Athletico Paranaense está na sua segunda passagem pelo Furacão. Entre as duas, colocou o Santos no currículo, como diretor técnico de futebol. Ficou no clube alvinegro de agosto de 2019 a agosto de 2020 e saiu após não concordar com decisões, como a demissão do português Jesualdo Ferreira, do então presidente José Carlos Peres.

Menos de um mês depois, retornou ao seu cargo no Athletico, que lhe deu notoriedade nacional após a bem-sucedida primeira passagem pelo clube, entre 2013 e 2018.

PAULO AUTUORI

Foto: Divulgação/Santos FC

Autuori já foi técnico do Santos entre 1999 e 2000, mas sua passagem mais recente foi como superintendente de futebol, cargo que ocupou de julho a novembro de 2019. Foi mais um que saiu por divergir da conduta da diretoria à frente do Peixe, comandada por José Carlos Peres.

No Athletico Paranaense, teve passagem de sucesso como treinador entre 2016 e 2017 e como dirigente em 2017. Retornou ao Furacão em outubro de 2020 para ser diretor de futebol e acumulou a função de treinador da equipe até o final da temporada, em fevereiro de 2021.

21 anos, estudante de Jornalismo na UNISANTA. Apaixonado pelo jornalismo, fanático por futebol.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Veja Também

Mais em Futebol