Conecte-se

Santos FC

Relembre 9 jogadores e técnicos que passaram por Santos e Palmeiras na última década

Santos e Palmeiras se enfrentam na noite desse sábado (10), às 16h30, no Allianz Parque, em confronto válido pela décima primeira rodada do Campeonato Brasileiro.

E no clima de “esquenta” para o Clássico da Saudade, o Meu Peixão separou alguns jogadores e técnicos que passaram por Santos e Palmeiras nos últimos anos.

Confira abaixo quem são eles:

Wesley

Foto: Sérgio Barzaghi/Gazeta Press

Bi-campeão Paulista com a camisa santista (2007 e 2010) e bi-campeão da Copa do Brasil (2010 pelo Santos e 2012 pelo Palmeiras). Wesley começou sua carreira no Peixe, mas no início não obteve sucesso, foi emprestado ao Athletico Paranaense e quando retornou ao clube, se tornou peça chave no meio-campo e na lateral-direita da equipe campeã da Copa do Brasil de 2010, até ser vendido ao Werder Bremen, da Alemanha.

Voltou ao Brasil para defender o Palmeiras, onde foi peça chave no acesso para a Série A do Campeonato Brasileiro em 2013 e considerado um dos principais jogadores do alviverde naquele ano. Rodou o Brasil, passando, inclusive, pelo São Paulo e, atualmente, joga pelo CRB.

Leandro

Foto: Reprodução

O vice-artilheiro do Palmeiras na Série B de 2013, Leandro teve um bom começo pelo time da capital e chegou a ser convocado para a Seleção Brasileiro. Depois, seu futebol decaiu e ele passou a receber menos oportunidades.

Encostado no Palmeiras, em 2015, o Santos acertou sua vinda por empréstimo, mas também não teve brilho e pouco foi utilizado. Atualmente joga pelo Tokyo FC, do Japão.

Arouca

Foto: Ricardo Saibun/Santos FC

Sendo um dos principais nomes do meio-campo alvinegro no tempo em que esteve no Santos, Arouca foi multicampeão com a camisa alvinegra, sendo tri-campeão Paulista (2010, 2011 e 2012), campeão da Copa do Brasil, Libertadores e Recopa Sul-americana. O volante parecia ter uma grande identificação com o clube, mas após atritos com a diretoria e falta de pagamentos, acionou o Santos na justiça e teve seu contrato rescindido no início de 2015.

Após o fim de seu contrato, assinou com o rival e logo foi vice-campeão Paulista com o clube, perdendo, justamente, para o Santos. No final daquele ano, foi campeão da Copa do Brasil, vencendo o Peixe na final, e em 2016, apesar de pouco jogar, foi campeão Brasileiro. Atualmente está sem clube após passagem pelo Figueirense.

Edu Dracena

Foto: Reprodução

Capitão do tri campeonato da Libertadores com o Santos, Edu Dracena foi por alguns anos o “xerife” da zaga santista e também foi multicampeão pelo Peixe, vencendo três vezes o Paulistão (2010, 2011 e 2012),  Copa do Brasil (2010), Libertadores (2011) e Recopa Sul-americana (2012). Após rescindir seu contrato com o Santos em 2015, Edu assinou com o Corinthians, onde conquistou o Brasileirão daquele ano.

No final de 2015, Dracena rescindiu com o Corinthians e acertou sua ida ao Palmeiras, onde ficou de 2016 até 2019 e foi bi-campeão Brasileiro (2016 e 2018). Atualmente é assessor técnico do Palmeiras.

Aranha

Foto: Carlos Eduardo de Quadros/Fotoarena

Mais um da lista de jogadores multicampeões com a camisa santista, Aranha venceu o Paulistão (2011 e 2012), Libertadores (2011), Recopa Sul-americana (2012), mas não foi titular em nenhuma dessas conquistas, sendo reserva de Rafael Cabral. Assumiu a posição após a venda do jovem e ficou muito marcado por um episódio de racismo de uma torcedora em um duelo contra o Grêmio, em Porto Alegre, em 2014.

No início de 2015, assim como Arouca, pediu a rescisão de seu contrato e também se juntou ao elenco palmeirense, mas não conseguiu dar sequência e foi reserva na maioria de sua passagem, jogando apenas um jogo, mas esteve presente no elenco campeão da Copa do Brasil. Atualmente, Aranha está aposentado.

Lucas Lima

Foto: Reprodução

Vindo do Internacional no início de 2013, Lucas Lima teve boa passagem pelo Peixe, sendo destaque em quase todos os campeonatos que o clube participava e sendo líder de assistências em muitos destes. Venceu dois Campeonatos Paulista com a camisa santista (2015 e 2016). Lucas Lima sempre foi um jogador que provocava muito os rivais, principalmente o Palmeiras, e ficou muito marcado pela torcida do rival enquanto atuava pelo Santos, principalmente por uma tatuagem que fez em sua perna onde beija a bola para bater o pênalti decisivo da final do Paulistão de 2015, justamente contra o time alviverde.

Apesar das provações, no fim de 2017, quando decidiu não renovar com o Santos, o meia assinou um pré-contrato com o Palmeiras e chegou ao clube como uma das principais contratações para a temporada. Apesar disso, nunca correspondeu às expectativas, mas sempre foi presença constante nos jogos e venceu quatro campeonatos, o Brasileirão (2018), o Paulistão (2020), a Copa do Brasil (2020) e a Libertadores (2020).

Oswaldo de Oliveira

Foto: Guilherme Dionízio/Gazeta Press

O técnico passou pelo Santos duas vezes, em 2005 e 2014, e na mais recente não obteve sucesso. Foi vice-campeão Paulista daquele ano, perdendo a final para o Ituano, teve sequência ruim no Campeonato Brasileiro e foi demitido.

No ano seguinte (2015), foi anunciado pelo Palmeiras e também foi vice-campeão Paulista, perdendo, justamente, para o Peixe. Apesar disso, teve um início ruim no Campeonato Brasileiro e também pouco permaneceu no cargo. Atualmente está sem clube.

Dorival Júnior

Foto: Divulgação/Santos

Da lista, Dorival foi o técnico mais vitorioso pelo Santos, vencendo três Campeonatos Paulista (2010, 2015 e 2016) e a Copa do Brasil (2010), e sempre é um treinador muito especulado no Peixe quando o cargo fica à disposição, muito por sua identificação com o clube e a torcida.

No Palmeiras, seu clube de infância, teve passagem em 2014, quando tinha a missão de salvar o time do rebaixamento. Apesar de conseguir evitar o terceiro rebaixamento alviverde na história, na última rodada do Brasileirão, graças a uma vitória santista contra o Vitória, foi demitido no dia seguinte.

Cuca

Foto: Ivan Storti/Santos FC

Cuca teve três passagens pelo Santos, em 2007, 2018 e 2020, e foi em seu trabalho mais recente que será mais lembrado pelo torcedor santista, já que apesar de treinar um clube com diversas dificuldades financeiras e não podendo contratar novos jogadores, levou o time a decisão da Libertadores, onde foi vice-campeão, justamente para o Palmeiras.

Pelo clube alviverde, Cuca foi campeão Brasileiro em 2016, e um ano após encerrar seu vínculo com o clube, retornou, na esperança que conquistasse o bi-campeonato brasileiro, o que não ocorreu e, após sequência negativa, foi demitido. Atualmente comanda o Atlético Mineiro.

 

Lembrou de mais algum nome? Deixe aqui nos comentários!

Estagiário no Meu Peixão e futuro Jornalista.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Veja Também

Mais em Santos FC