Mostrando qualidade e liderança em campo, Emiliano Velázquez se destaca no setor defensivo do Santos

Após perder a dupla de zaga Vice-Campeã da copa libertadores de 2020, o Santos se viu com um grande problema em seu setor defensivo. O peixe foi ao mercado e contratou Danilo Boza que havia sido destaque do Mirassol no campeonato paulista, o, então treinador, Fernando Diniz,, deu oportunidade a Luiz Felipe e o jovem Kaiky também ganhou chances.

Durante o andamento da temporada, principalmente as lesões prejudicaram o peixe. Kaiky e Luiz Felipe se machucaram e Wagner Palha, que estava emprestado ao Náutico, precisou retornar ao Santos para jogar. Robson Reis também foi outro que atuou, mas acabou sofrendo com contusão. Neste contexto de incertezas, o Santos foi ao mercado e contratou o zagueiro uruguaio Emiliano Velázquez que chegou do futebol espanhol.

Velázquez demorou um certo tempo para estrear, porém, desde que entrou, nunca mais saiu do time. Seu primeiro jogo já foi como titular no empate sem gols contra o Ceará no último dia 18 de setembro. Ao todo foram 8 jogos seguidos e em todos o uruguaio saiu jogando entre os titular, seja com três zagueiros ou formando uma dupla de zaga, como aconteceu na derrota para o América Mineiro.

Além da qualidade técnica, tempo de bola e jogadas aéreas, Emiliano Velázquez vem se destacando pela sua liderança dentro de campo. Com experiência e rodagem no futebol europeu, o zagueiro vem ajudando muito os garotos do Santos neste momento delicado da equipe na tabela de classificação. A presença de Velázquez traz tranquilidade aos companheiros.

No jogo de ontem (27), o uruguaio foi um dos melhores em campo na vitória por 2 a 0 contra o Fluminense na Vila Belmiro O zagueiro foi o jogador que mais desarmou, mais teve rebatidas, mais deu assistências para chances de gols, mais driblou e foi o segundo que mais acertou passes. Veja abaixo os números de Velázquez na partida contra o Fluminense, segundo levantamento da @Footstats

1º em desarmes (5)

1º em rebatidas (12)

1º em assistências p/ finalização (3)

1º em dribles (3)

2º em passes certos (42)

1º no Índice Footstats (7,8)

No final do jogo, Velázquez preocupou o torcedor ao sentir algumas dores e terminou a partida jogando na frente, pois o técnico Fábio Carille havia feito todas as substituições permitidas. Nesta quinta-feira (28), o Santos treina no período da tarde e o zagueiro será melhor avaliado para saber se ele terá, ou não, condições de jogo contra o Athletico Paranaense no próximo sábado (30), na arena da baixada.

Deixe uma resposta