Conecte-se

Futebol

Opinião – Com novos reforços, Carille pode repetir sua fórmula do sucesso de 2017

Crédito: Reprodução / Twitter @SantosFC

O ano era 2017. No começo da temporada, dificilmente dariam o Corinthians como um dos favoritos para a conquista do Campeonato Brasileiro do referido ano. Ainda dado como um técnico promissor, Carille conseguiu encontrar uma base ideal que posteriormente deu ao Corinthians, o Heptacampeonato Brasileiro. Diferentemente dos últimos campeões brasileiros que investiram milhões em contratações badaladas, o Corinthians de Carille contava com atletas longe da melhor qualidade técnica, mas com uma consciência tática que lhes fizeram vencedores. Embora seja contextos diferentes, Carille pode repetir a fórmula do sucesso de 2017, no Santos de 2022.

Após a demissão de Oswaldo de Oliveira, após tentativas frustradas de contratar um novo técnico, Carille foi oficializado no final de 2016. O elenco de 2017 do Corinthians, nas mãos de Carille, conquistou o Campeonato Paulista e também o Campeonato Brasileiro. Logo no primeiro turno o time de itaquera surpreendeu e teve no primeiro turno um recorde invicto de 14 vitórias e cinco empates em 19 jogos, conquistando 47 pontos de 57 possíveis.

A fórmula do sucesso pouco se relacionou, neste caso, com a qualidade técnica fora da curva dos atletas corintianos, mas sim de um sistema bem compacto defensivo e estratégias de ataque bem definidas. Um dos “apóstolos” do atual comandante da Seleção Brasileira (Tite), Carille manteve a base de uma estrutura tática que fez sucesso em 2015, ainda com Adenor Bacchi. Um forte sistema defensivo que dificilmente era ultrapassado e um ataque que funcionava com Jô e Rodriguinho. As características encontradas nos jogadores campeões brasileiros de 2017, se assemelham com os atletas do Santos de 2022. Jogadores fortes fisicamente e com uma obediência tática, fatores fundamentais no sistema de jogo das equipes de Carille.

Com tal contextualização, é possível estabelecer conexões e semelhanças com o atual momento do Peixe. Em 2022, o Santos está longe de ser favorito a conquistar os títulos da temporada. Contudo, o cenário encontrado por Carille é algo que já fez parte da experiência do mesmo como treinador de futebol. Vale ressaltar que o futebol é cíclico, algo que deu certo em 2017 pode não vingar em 2022. São clubes diferentes, jogadores diferentes, um contexto completamente diferente.

Porém, é possível que com a chegada de reforços, o comandante alvinegro possa encontrar uma equipe ideal e torná-la competitiva, assim como fez em 2017. Dificilmente o Peixe vai conquistar títulos, assim como Carille fez com o Corinthians em 2017, mas um time competitivo é o que espera a torcida santista. Pode não dar certo, pois o futebol é uma caixinha de surpresas e uma ciência não exata. Contudo, Carille tem a fórmula do sucesso em seu passado, podendo assim fazê-lo no presente!

 

Esta matéria não representa necessariamente a opinião do Portal Meu Peixão.

Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Uberlândia. Mestrando em Comunicação pela própria faculdade. Já cobri o Santos FC no Torcedores.com, escrevendo matérias do dia a dia do Peixão. Especialização em Jornalismo Esportivo.

1 Comentário

1 Comentário

  1. Paulo Policarpo Rodrigues dos Santos

    16 de janeiro de 2022 às 10:18

    Bom dia! A Minha Opinião é devemos Ir Pro Tudo, Buscar O Ganso Que Encostado no Flamengo ou é O Fluminense! É fazer junto com o jurídico do Santos Trazer O Robinho!😉😉

Deixe uma resposta

Anúncio

Veja Também

Mais em Futebol

%d blogueiros gostam disto: