Conecte-se

Futebol

Santos vence Coritiba na Vila Belmiro e técnico Fabian Bustos valorizou atuação da equipe “Fomos bem ofensivamente”

Foto: Fernanda Luz/AGIF

O Santos venceu o Coritiba, na Vila Belmiro, pelo placar de 2 a 1 na manhã/tarde deste domingo (17). Os gols santistas foram marcados por Léo Baptistão e Henrique contra. A partida teve duas fases diferentes em casa tempo.

No primeiro tempo o Peixe teve um bom volume ofensivo de jogo. Bustos escalou quatro atacantes entre os titulares. Léo Baptistão, Ângelo, Jhojan Julio e Marcos Leonardo foram os escolhidos pelo argentino para iniciar a partida. Ofensivamente deu muito certo a intenção do treinador. Ele mesmo elogiou.

“Fizemos bom primeiro tempo. Poderíamos ter um placar melhor. Teve um pênalti que não existe. É difícil porque temos o VAR e é preciso usar para tirar as dúvidas. Tínhamos claro como eles jogavam. Coritiba é uma boa equipe, ganharam de 3 a 0 no primeiro jogo. Fomos bem ofensivamente, criamos muitas situações e fizemos danos. Criamos sete situações clara para marcar gol. Defensivamente, fizemos erros que deram chances para eles e nos complicaram, mas fomos superiores”, explicou o treinador.

Todos os gols sairam no primeiro tempo, até porque, na segunda etapa o Santos criou pouco. Até houve uma oportunidade boa que Lucas Braga cabeceou para uma grande defesa de Muralha, mas, de resto, foi o Coxa que tomou as ações da partida. Tanto é que em termos de posse de bola, a partida foi finalizada com 65% para os visitantes de 35% para o Peixe.

“No segundo tempo, um pouco passa pelo emocional por não ter feito o terceiro gol. Fizemos mudanças ofensivas para definir o placar. Eles fizeram muitos cruzamentos, por isso a entrada de Velázquez”, explicou o comandante santista.

“O mais importante é que o Santos somou três pontos. Dois jogos em casa, ganhamos os dois. Temos que melhorar, mas é melhorar ganhando, do que perdendo ou empatando”, completou.

Com a vitória, o Santos fica com 4 pontos em dois jogos no Brasileirão e agora as atenções vão para a Copa do Brasil. Na próxima quarta-feira (20), ás 19h30, Coritiba e Santos voltam a se enfrentarem, dessa vez pela competição de mata-mata. Fábian Bustos analisou o confronto.

“Falta melhorar em todas as linhas. Tive oito jogos no clube, o que perdemos foi para o Palmeiras no campo deles, um dos mais fortes do continente, perdemos para o Banfield, na Argentina. Para ganhar temos que ser mais efetivos. Melhoramos o funcionamento da equipe. Hoje temos variantes tática, defensivas e ofensivas que não tínhamos. Crescemos com intensidade. Tentar fazer um grande jogo, anular eles e tentar converter os gols”, analisou.

“As descidas do numero 19 e do 5 nos complicaram. O Paixão também. Cada vez que veio por dentro nos fez dano. Coisas que trabalhamos bem, conseguimos evitar. Sempre em cada linha existe coisa para melhorar. Evitar a descida a descida dos atacantes, que eles apareçam com mais jogadores no ataque e consigam tocar a bola. Esses tem sido os principais problemas que vi hoje”, disse sobre corrijir erros cometidos neste domingo.

Jornalista graduado pela Universidade FiamFaam. Santista, romântico da bola e amante do futebol varzeano. Colaborador no Cancha Santista e colecionador em transmissões na Equipe Líder, Rede Continua e Rádio Prorrogação

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Veja Também

Mais em Futebol