Conecte-se

Futebol

Holan entende desânimo de Lucas Lourenço, mas pede tempo para avaliá-lo no Santos

O meia Lucas Lourenço conversou recentemente com o técnico Ariel Holan e expôs a chateação em ainda não ter conseguido uma sequência no profissional do Santos. O argentino compreendeu e pediu tempo para avaliá-lo mais em treinamentos e jogos.

Lucas Lourenço é monitorado pelo Athletico-PR, como antecipado pela reportagem do Meu Peixão. No entanto, o Furacão precisa resolver as pendências na FIFA, para poder voltar a registrar jogadores. Caso ocorra o sinal positivo, as negociações podem acontecer. O diretor de futebol do clube paranaense é William Thomas, que trabalhou no Santos entre 2019 e 2020, e conhece o meia.

Além disso, em conversas para a renovação, o atleta recebeu um projeto bom do Santos para os próximos anos e ouviu que merecia ser reconhecido e ter uma trajetória no clube. O novo vínculo com o Alvinegro foi renovado em setembro do ano passado.

>Veja mais notícias do Santos clicando aqui

De fato, a armação da equipe ainda não foi totalmente definida no Santos. Holan testou Gabriel Pirani, Soteldo e Jean Mota no setor. Vale ressaltar que a tendência é pela escalação do venezuelano pelos lados nas próximas partidas.

No profissional desde o fim de 2018 – Sampaoli o colocou no sub-20 no ano seguinte -, Lucas Lourenço tem 24 partidas. Nesta temporada, entrou no segundo tempo no empate contra a Ferroviária, pelo Campeonato Paulista. O contrato do jogador vai até fim de 2024.

Formado em jornalismo pela Universidade Católica de Santos. Colaborou para o GloboEsporte.com, LANCE! e Esporte News Mundo.

1 Comentário

1 Comentário

  1. Décio Rangel Moreira Cavalcanti Júnior Rangel Moreira Cavalcanti Júnior

    22 de março de 2021 às 21:38

    Na meia de armação, a frente de Lucas Lourenço, hoje teria além do Sánchez (quando voltar a jogar a bola que jogava antes de se machucar e passar por cirurgia), o Ângelo que seria testado nesse posicionamento. Além disso, já ouvimos o treinador falar do Sandry mais adiantado, tendo um posicionamento similar ao Fabregas. As vezes que Lucas Lourenço entrou na equipe, ainda, ainda não deslanchou. O mesmo diria a respeito do Anderson Ceará. E por incrível que pareça, o Jean Mota, ressurgiu das cinzas, e está apresentando um futebol mais eficiente, parecido com aquela fase, quando o Sampaoli foi o técnico. Então essa posição, ainda é o grande gargalo do Santos.

Deixe uma resposta

Anúncio

Veja Também

Mais em Futebol

%d blogueiros gostam disto: