Conecte-se

Futebol

Pré-jogo: Santos x Ferroviária – Paulistão 2021

Foto: Tiago Pavini/Ferroviária

Após a boa impressão deixada na estreia do Paulistão no empate frente ao Santo André, a molecada do Santos volta a campo nesta quarta-feira (3), às 17 horas, contra a Ferroviária, na Vila Belmiro, pela segunda rodada do estadual. Enquanto o novo técnico Ariel Holan coloca o elenco principal pra suar neste início de temporada, o time santista terá o comando novamente de Marcelo Fernandes.

Para o jogo contra a equipe de Araraquara, Marcelo Fernandes deve manter o mesmo time que empatou na rodada de abertura da competição. A única dúvida é: se Arthur Gomes começa mais uma vez entre os 11 iniciais ou se dará lugar a Allanzinho. O provável Santos que entra em campo nesta quarta é formado com:

Santos FC - Football tactics and formations

A Ferroviária está no grupo B, cujo cabeça-de-chave é o São Paulo. Em sua estreia no Paulistão, o time adversário do Peixe derrotou a Inter de Limeira por 1 a 0. Vale lembrar que a equipe é dirigida pelo ex-volante Pintado e tem na marcação e nos contra-ataques as suas principais características.

O time da bela cidade de Araraquara, interior de SP, tem alguns jogadores que já atuaram em times grandes do país como Renato Cajá (ex-Botafogo), Bruno Mezenga (ex-Flamengo) e Saulo (de péssima lembrança para o torcedor do Peixe já que era o goleiro santista no fatídico 7 a 1 em 2005). A Ferroviária vai a campo com a provável formação:

AD Ferroviaria - Football tactics and formations

>Veja mais notícias do Santos clicando aqui
>Siga nossa página no Instagram e Twitter

Chaves para a vitória: Defesa

Marcação em Renato Cajá: Renato Cajá é o principal articulador de jogadas da Ferroviária e nas jogadas de ataque a bola certamente passará pelos seus pés. Por isso, a marcação santista, principalmente no meio-campo, precisa funcionar para anular a criação de Cajá.

O veterano Renato Cajá é o destaque da Ferroviária. (Foto:Tiago Pavini/Ferroviária SA)

Lado direito da defesa santista: O técnico Pintado sabe que Wagner Palha é um marcador melhor que o jovem Sandro, já que o lateral-direito alvinegro tem como principal característica o ataque. Sendo assim, é provável que seja por esse lado que o adversário do Peixe ataque mais vezes.

Chaves para a vitória: Ataque

Tabelas e triangulações: Como a forte marcação é uma das principais características da Ferroviária, o Peixe precisa utilizar mais as tabelas e as triangulações, principalmente no meio-campo, visto que são peças fundamentais para quebrar qualquer sistema defensivo, como vimos no segundo gol marcado contra o Santo André.

Kevin Malthus foi um dos destaques do meio-campo santista na estreia. (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Arremates de longa distância: Muito pouco usado no empate com o Santo André, o Santos precisa arriscar mais de fora da área. O time tem bom chutadores de longa distância como Jean Mota e precisa fazer uso dessa arma para surpreender o time adversário.

 

Leia mais: https://meupeixao.com.br/2021/03/pos-jogo-peixe-estreia-com-empate/

https://meupeixao.com.br/2021/03/santos-tem-reuniao-produtiva-com-a-wtorre-sobre-retrofit-da-vila/

https://meupeixao.com.br/2021/03/kaio-jorge-solucao-caseira-para-o-santos/

Já escreveu para Torcedores.com, ProSantosFC e Orgulho Santista. É torcedor do clube desde o nascimento.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Veja Também

Mais em Futebol