Conecte-se

Futebol

Ex-médico do Santos se surpreende com recuperação de Sánchez: “Não andou tão bem”

O ex-médico do Santos, Ricardo Galotti, afirmou que se surpreendeu de forma negativa com a recuperação do meia Carlos Sánchez. O doutor, demitido pelo clube em fevereiro, analisou que o jogador não reunia as melhores condições quando regressou do Uruguai.

Sánchez rompeu o ligamento cruzado do joelho no duelo contra o Olimpia, do Paraguai, pela Copa Libertadores, em outubro de 2020. Ele era um dos pilares da equipe nas últimas temporadas.

“Operou aqui em São Paulo, cirurgia correu bem. Ele começou a fazer pós-operatório com a gente, na nossa fisioterapia, evoluindo bem. Foi para o Uruguai, pediu para ficar lá, ficou por alguns meses. A nossa fisioterapia entrou em contato com o fisioterapeuta dele lá no Uruguai, mas quando ele voltou, não estava do jeito que a gente imaginou que pudesse estar. A recuperação dele não andou tão bem quanto a gente imaginou”, disse Galotti em uma live ao “Só Esportes”.

>Veja mais notícias do Santos clicando aqui

O médico, inclusive, falou que Sánchez deve estar à disposição do treinador Ariel Holan daqui dois meses, como a reportagem do Meu Peixão publicou. Ele realiza trabalhos físicos intensivos em um período.

“A nossa fisioterapia conseguiu fazer um trabalho excelente e recuperou esse tempo teoricamente perdido. Ele começou a ir muito bem, está no sexto mês, acredito que ele pode estar recuperado daqui uns dois meses, se eu não me engano. É um ótimo atleta, está se dedicando bastante na recuperação. Vai muito bem e vai ajudar o clube”, analisou o doutor.

O Santos ainda precisa renovar o vínculo com Sánchez, que vai até junho deste ano. Vale ressaltar que o uruguaio já pode assinar um pré-contrato com qualquer outra equipe. O Peixe analisa a situação com cautela.

Formado em jornalismo pela Universidade Católica de Santos. Colaborou para o GloboEsporte.com, LANCE! e Esporte News Mundo.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Anúncio

Veja Também

Mais em Futebol