Conecte-se

Matheus Francisco

Pau que dá em Chico não dá em Francisco

Fala rapaziada, peixada e moçada, tudo bom com vocês? Eu tô animado com o Peixão, já são 3 vitórias seguidas e tudo parece voltar ao normal pelos lados do Reino do Futebol.

Alguns reforços chegando e a paz que tanto queríamos já desponta no horizonte da Baixada. Mas algumas nuvens teimam em pairar no céu litorâneo. Isso porque ontem, na reunião do Conselho Deliberativo, algumas questões caminharam bem, como, por exemplo, o tal fundo alvinegro, que foi aprovado e agora pode ser colocado em prática. É uma tentativa de melhorar a triste condição financeira que o clube se encontra, ocasionada por decisões “ruins” do passado.

E uma dessas decisões ruins foi varrida para debaixo do tapete da sala de troféus do clube. Isso mesmo, uma passada de pano, que ficou quase subliminar aos olhos da grande maioria das pessoas, mas não desse corneteiro que de vez em quando teima em confrontar algumas dessas figuras que rodeiam o clube.

Estou falando do caso Leandro Damião. E particularmente, quero dizer que cantei essa bola no dia 28 de maio, o link da matéria está ai para quem quiser ver. É só clicar AQUI.

Não falo isso com nenhuma alegria, muito pelo contrário, essa situação parece não ter fim, e assola o clube até hoje. Mas se queremos um clube, com o mínimo de justiça, devemos seguir cobrando uma coerência, e que determinadas ações sirvam para todos de forma clara e indiscriminada.

Veja só vocês, não quero entrar em juízo de valor, e nem dizer se as decisões foram acertadas ou não, mas punir José Carlos Peres, afastar um ex-conselheiro polêmico é fácil. Arquivar um dos casos mais danosos ao clube, como o caso Damião, chega a ser asqueroso. Cadê o critério? Vai acabar em pizza mais esse caso? Gostaria de entender os critérios para tomada dessa decisão. Aliás, não só eu, acho que o Santista de bem e que quer um clube moralmente melhor, vibrou quando viu um fio de esperança na tomada de decisão contra a antiga gestão, e vibraria também com mais um desfecho, que poderia trazer ao torcedor o sentimento de justiça. Deixo aqui um texto de autoria do ex-conselheiro Vagner Lombardi que, ao que parece, também não ficou feliz com essa decisão. E, aliás, os moralmente preocupados não devem estar nem um pouco satisfeitos.

Sendo o mais claro possível, isso tem alguma relação com alguns membros do CG? As críticas do Sr. Dagoberto Oliva ao CF tem relação com essa decisão? As regras valem para todos? São dúvidas que ficam registradas aqui.

Como diz Tony Stark: “Se não pudermos salvar a Terra, vamos pelo menos vingá-la”. Nossos vingadores parecem mais seletivos.

 

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Meu Peixão

Menino da Fila.

2 Comentários

2 Comentários

  1. Francisco das chagas sousa

    13 de junho de 2021 às 15:02

    Já tá na hora do Diniz ter coragem é barrar alguns mortos que não dão caldos é colocar os reforços. Jogadores como o para,o Alisson, jean mota,Marco Leonardo, Luiz Felipe Lucas Lourenço, ivoney sem chance já tiveram suas oportunidades é não mostrar não servir para vestir uma camisa sagrada. Já ó Bruno Marques este sim merece sim ser mais bem aproveitado.

  2. João

    13 de junho de 2021 às 13:18

    Infelizmente não acredito em ressarcir o clube, pois nunca aconteceu, o que se deve e vender jogadores por preços melhores ex goleiro Jhon 433 mil de multa, oferta Europa 31 mil, tinha que sentar em cima de 350 mil. e dar o recado sem esse dinheiro nem nós procure. 2 vendas assim resolveria td problema do clube.

Deixe uma resposta

Anúncio

Veja Também

Mais em Matheus Francisco

%d blogueiros gostam disto: